Vitorino Campos viaja ao espaço em seu inverno 2016

Roupas com tendências intergaláticas chamaram a atenção durante os desfiles

Desfile de Vitorino Campos trouxe detalhes que remetem ao universo
Foto: Divulgação


O desconhecido do universo sempre intrigou Vitorino Campos, que abriu o terceiro dia de desfiles nesta terça-feira, 20, nos Jardins. "Converso muito com meus amigos sobre isso. Depois de assistir 'Interestelar' (2014) fiquei ainda mais obcecado", conta o estilista horas antes de sua apresentação, citando o filme de Christopher Nolan.

A descoberta de um novo planeta rosa é o ponto de partida deste inverno, que infla mangas de casacos em couro com glitter prensado e traz fluidez aos vestidos de seda para falar de falta de gravidade.

Os uniformes intergaláticos dão forma aos punhos dos vestidos de manga longa e dos moletons masculinos, novidade para a marca de campos. Uma malha italiana tensora, que define as curvas, foi usada em vestidos mídi pretos fendados e curtos mescla com aplicação de cristais Swarovski. Nas quatro peças bordadas à mão foram usadas 18 mil pedras.

Em um dos looks destaque da coleção, um vestido de tule de poliamida nude é combinado com um amplo casaco metalizado, misturando natural e espacial. "Trabalhei com um processo inverso de construção. Os detalhes que parecem grandes erros são, pra mim, grandes acertos", finaliza o estilista baiano.