Cuidados essenciais com a pele de acordo com a idade

Não importa a idade, é preciso estar alerta com a pele em todas as fases da vida

Cuidados essenciais com a pele
Foto: Reprodução


A pele é um tema que está sempre em alta no universo feminino. Entre as medidas que garantem o bem estar desse órgão, algumas são unânimes e essenciais para mulheres de todas as faixas etárias. De acordo com a dermatologista Dra. Anelisa Lamberti, a hidratação e proteção solar são atitudes importantes desde a primeira infância até a velhice.

“A pele não é apenas um revestimento do corpo. Os cuidados para mantê-la protegida e hidratada começam no banho. O primeiro passo é a limpeza. Quando feita incorretamente, pode causar alterações em toda proteção natural. O ideal é utilizar sabonetes neutros, próprios para cada região. Use água morna, evite esponjas e use apenas a espuma do sabonete massageando levemente a região do rosto com as mãos”, explica a dermatologista.

Por outro lado, também existem pontos de atenção especiais para cada idade. A Dra. Anelisa explica o que deve ser observado.

Mulheres de 20 a 30 anos: hidratação leve e uso de proteção solar.

Mulheres de 30 a 50 anos: Além da hidratação, é o início do cuidado com o envelhecimento da pele com produtos adequados, sem esquecer de utilizar o protetor solar.

Mulheres de 50 a 80 anos: É preciso fazer hidratação intensa e reposição de ativos que a pele já não produz por causa da idade.

Embora o jovem tenha uma pele naturalmente mais saudável, por outro lado, a dermatologista explica que é a faixa etária que está mais exposta e em diferentes ambientes. Nesse sentido, podem ferir a pele com mais facilidade. Para esses casos, o processo de cura e cicatrização é essencial para garantir um futuro mais saudável desse órgão.

“Sempre digo que ao tratar da pele o jovem precisa pensar no futuro, bem como os adultos e idosos se preocuparem com o presente. Por isso, seja uma espinha, queimaduras leves ou pequenos ferimentos, é preciso ter a consciência dos primeiros socorros e cuidados para cada caso. Em qualquer situação de machucado, por exemplo, indico lavar o local com água e sabonete neutro, usar pomadas antibióticas e proteger com curativos adesivos as áreas de atrito ou que são expostas ao sol e poluição”, diz a Dra. Anelisa.

Ela ainda reforça que uma vida saudável e com alimentação adequada são hábitos que contribuem para o bem estar da pele. Além disso, faz um alerta: “O que você pratica hoje vai gerar consequências à pele em longo prazo. Por isso, evite atitudes danosas como o fumo, álcool, drogas e estresse”, finaliza a dermatologista.


PAOLA SEVERO

paola.severo@gaz.com.br