Pele oleosa: é possível combater o problema com cuidados simples

Lavar o rosto várias vezes não é a melhor solução. A escolha dos produtos certos é uma das opções para evitar o aspecto brilhoso

Foto: Divulgação


Você sofre com a pele oleosa e tem a mania de lavar o rosto várias vezes ao dia. Sabia que este não é o melhor caminho e ainda pode piorar a situação. O uso de sabonetes específicos auxilia a diminuir a oleosidade e a pele deve ser lavada somente duas vezes ao dia, segundo a dermatologista Adriana Salgado.

Alguns cuidados simples ajudam a manter a pele sempre limpa e com a oleosidade sob controle. 

Produtos específicos: é importante optar sempre por produtos adequados ao seu tipo de pele. O uso de outros pode agravar a oleosidade, já que os que não são específicos podem não conseguir remover o óleo e não atingir a limpeza necessária.

Lavar o rosto: limpar o rosto em excesso faz com que a pele entenda que o que produz não está sendo suficiente e, por consequência, vai produzir ainda mais oleosidade. Optar por loções tônicas, adstringentes e produtos para o tratamento da acne são uma boa opção. A pele oleosa é porta de entrada para cravos, espinhas e acne.

Bactérias da pele: a acne surge por causa das bactérias da pele. Elas usam o óleo produzido pelo corpo como cultura, assim penetram nos poros, inflamam as glândulas sebáceas e causam a acne. 

Alimentação e peso: Estar acima do peso pode prejudicar a pele sim. Se a pessoa já tem tendência a ter a pele oleosa isso se agrava com a má alimentação e o excesso de gordura. Estudos já comprovaram que a pele tende a ficar menos oleosa com a perda de peso e o excesso de açúcar contribui diretamente com a piora da acne. Uma dieta equilibrada contribui para uma pele mais bonita.

Tratamento: o uso de produtos adequados é o primeiro procedimento para controlar a oleosidade. Se há cravos, espinhas e acne em excesso é bom procurar um dermatologista para ter a orientação correta para o tratamento.