7 dicas para preparar a pele antes da depilação no verão

Incidência de encravamento, foliculite e aparição de manchas é maior no período

Foto: Divulgação


Manter a pele lisinha por um longo tempo durante o verão, sem o risco de encravamento ou a aparição de manchas, não é uma tarefa fácil. Esses problemas ocorrem com maior incidência nessa época por conta do calor e da exposição solar prolongada, relacionados também à falta de cuidados básicos e procedimentos mal realizados. A fundadora da rede de depilação Pello Menos, Regina Jordão, ensina sete maneiras de preparar a pele para o procedimento durante o período. Confira, abaixo:

1. Mantenha a pele hidratada

A pele hidratada permite que a cera libere os fios com mais facilidade e impede o risco de encravamento. No dia do procedimento, não use hidratantes ou cremes corporais, pois eles interferem na aderência da cera e dificultam o processo. Faça a hidratação até um dia antes da depilação e espere mais 24 horas para nutrir a pele novamente.

2. Não tome sol antes e depois do processo

É necessário ficar 48 horas sem tomar sol antes e depois do processo, já que a pele recém bronzeada fica naturalmente fragilizada e em contato com a cera pode gerar queimaduras e vermelhidão. Regina aconselha o uso de protetor solar nas pernas após o procedimento, já que o sol pode incidir nas temíveis manchas pigmentadas.

3. Tenha a pele limpa antes de aplicar a cera

Tomar uma ducha fria aproximadamente duas horas antes do processo evita a contaminação bacteriana. O suor deixa a pele mais vulnerável à infecção e áreas do corpo como a pélvis, por exemplo, são normalmente mais quentes e úmidas, o que incide em uma propensão maior de inflamação.

4. Esfoliação também evita o risco de infecção

A esfoliação remove as células mortas da camada córnea da pele, o que impede a proliferação de bactérias e fungos. Esses agentes são responsáveis por grande parte dos problemas pós depilação. Faça uma esfoliação leve dois dias antes de depilar e espere mais dois para voltar a proceder com a técnica.

5. Suspenda o uso de cremes ou ácidos para o tratamento de estrias ou celulite

Cremes à base de retinol e outros ácidos sensibilizam a pele e não devem ser usados uma semana antes da depilação. O ideal é esperar o mesmo período para retomar o uso. Produtos à base de álcool também devem ser evitados no pré e pós depilação.

6. Evite roupas apertadas

Roupas apertadas facilitam o encravamento do pelo por conta do atrito constante com a pele. A propensão do risco é ainda maior na virilha e nas coxas, sendo mais comum em mulheres que praticam esportes e atividades físicas.

7. Busque um centro estético com referência

Regina explica que muitos dos problemas pós depilação, assim como a flacidez, estão mais relacionados à qualidade do serviço do que ao próprio puxa-puxa do processo. Cera de baixa qualidade e pouca elasticidade superaquece, o que pode ferir e manchar a pele, assim como prejudicar o folículo.

Sobre a Pello Menos

A rede Pello começou em junho de 1996 num salão em Copacabana para oferecer um serviço diferenciado de depilação, minimizando as dores e o desconforto de salões de beleza pouco intimistas. Atualmente a rede conta com mais de 50 unidades nos estados do Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. 

Fonte: Assessoria de Comunicação


MARIA HELENA LERSCH

maria@gazetadosul.com.br