O que é detox capilar?

Já reparou como o cabelo passa por diversas situações adversas? Poluição, mudanças de temperatura e sol são apenas algumas delas

Foto: Divulgação


Já reparou como o cabelo passa por diversas situações adversas? Poluição, mudanças de temperatura e sol são apenas algumas delas. Isso sem contar os produtos usados para limpar, condicionar, hidratar e modelar. Com o tempo, o cabelo e o couro cabeludo acumulam resíduos, sujeira, fumaça, sal, cloro, gordura e restos de produtos cosméticos que permanecem mesmo após as lavagens. O resultado são cabelos fracos, opacos e sem brilho – sintomas de uma “intoxicação”, explica o cabeleireiro Eron Araújo, embaixador da TRESemmé. É aí que entra em cena o detox capilar.

Trata-se de uma limpeza profunda com o objetivo de retirar tudo que está acumulado na fibra capilar e no couro cabeludo, conta a química industrial Rafaela Moretti, pós-graduada em cosmetologia e gerente de P&D da Salon Line. O tricologista Kevin Porto, da clínica Mais, de São Paulo, ressalta que o procedimento desobstrui os folículos capilares, o que melhora a qualidade do couro cabeludo, controla a oleosidade, reduz a queda capilar e também a caspa e a dermatite.

O procedimento pode ser realizado em todos os tipos de cabelos, principalmente os oleosos. Experimente fazer uma vez por semana. Se preferir ir com mais calma, Kevin Porto recomenda a técnica quinzenalmente, com intervalo de 30 dias para observar a evolução do caso. Caso sinta o couro cabeludo mais ressecado, fique tranquilo: o corpo irá produzir mais oleosidade naturalmente.

Se optar por fazer o procedimento no salão, o tricologista faz uma análise para identificar as principais necessidades do couro cabeludo. Em seguida, prepara uma mistura com ativos naturais, óleos essenciais e vegetais e aplica diretamente no couro cabeludo. Então, é usado um equipamento de fototerapia para potencializar os ativos. Na sequência é feita uma leve esfoliação, seguida de lavagem.

Como fazer detox em casa?

Além dos xampus, condicionadores e máscaras, há ingredientes naturais que, juntos, promovem limpeza profunda, desobstrução dos folículos e melhora da oxigenação do couro cabeludo. Kevin Porto indica três receitas para fazer em casa.

  • Para oleosidade

Ingredientes: uma colher de sopa de argila verde (propriedades adstringentes), duas gotas de óleo essencial de eucalipto (propriedades antissépticas e antimicrobianas) e duas gotas de óleo essencial de lavanda (propriedades calmantes e relaxantes).

  • Para queda

Ingredientes: uma colher de sopa de argila negra (propriedades estimulantes e antiestresse), cinco gotas de óleo essencial de alecrim (propriedades antissépticas), duas gotas de óleo essencial de lavanda (propriedades calmantes e relaxantes) e uma gota de óleo essencial de eucalipto (propriedades antissépticas e antimicrobianas).

  • Para caspa

Ingredientes: uma colher de argila branca (propriedades calmantes e anti-inflamatórias), duas gotas de óleo essencial de melaleuca – também conhecida como tea tree (propriedades antibacteriana, cicatrizante e antifúngica) e duas gotas de óleo essencial de lavanda (propriedades calmantes e relaxantes).
Como preparar as receitas: adicione água aos poucos aos ingredientes, até formar uma pasta. Aplique no couro cabeludo e deixe agir por cerca de 20 minutos. Retire e lave como de costume, com xampu e condicionador.

Foto: Divulgação

Óleos essenciais

Pode parecer estranha a ideia de colocar óleos no couro cabeludo, já que a primeira impressão é a de que a substância pode entupir os folículos. Mas os óleos essenciais têm, sim, o poder de desintoxicar a região. “Eles são extraídos de plantas e têm interação com a parte interna dos folículos. Cada um é específico: uns funcionam como anti-inflamatório, outros como regulador do excesso de oleosidade”, explica o tricologista.

Foto: Divulgação