ENTREVISTA: influenciadora Ju Romano ensina a cuidar dos cabelos em casa

Com mais de 400 mil seguidores no Instagram, ela dá dicas para os cuidados com os fios durante a quarentena

Foto: Reprodução


A pandemia de coronavírus causou várias mudanças repentinas na rotina, e com a obrigatoriedade de ficar em casa é importante atentar para os cuidados pessoais. Uma das principais influenciadoras de beleza e comportamento do Brasil, Ju Romano compartilha suas dicas e segredos para manter os cabelos lindos mesmo durante a quarentena. Confira a entrevista:

Quais são os cuidados que devemos ter em casa com as madeixas?

Depende muito do tipo de cabelo, mas hidratação e proteção são cuidados essenciais para qualquer cabelo. Manter os fios hidratados evita que eles quebrem com facilidade, que fiquem fragilizados com o atrito da escovação e penteados, e também faz com que fiquem mais brilhantes e macios. Para isso vale usar produtos como xampu e tratamento condicionante hidratantes, cremes de tratamento ao menos uma vez na semana e leave-in protetor.

A proteção pode ser feita com um leave-in protetor, por exemplo. Ele é necessário porque, além de proteger do calor do secador e de modeladores, ao longo do dia o cabelo vai perdendo água e nutrientes. Para evitar a perda, o leave-in cria uma camada externa no fio, que "segura" tudo.

Agora no outono costumamos tomar banho com água quente, mas é certo para o cabelo? Devemos lavar com qual temperatura? Quente ou fria?

Tomar banho com água muito quente não é bom pra nada: nem pro cabelo, nem pra pele! O ideal é tomar banho com a água morna a fria. Lógico que no frio ninguém vai tomar banho de água gelada, mas se ao final do banho puder dar um enxágue de água fria, o cabelo vai ficar mais brilhante.

Hidratação deve ser feita com que frequência em casa?

Depende muito da necessidade do cabelo, do creme que vai ser usado e da oleosidade da raiz. Eu, por exemplo, uso cremes de tratamento a cada duas lavagens, o que é uma frequência alta, mas como eu faço o cronograma capilar meu cabelo não fica saturado. Cronograma capilar é uma espécie de calendário, com etapas de cuidados com os fios, intercalando tratamentos hidratantes, nutritivos e de reconstrução ao longo do mês, que faz com que o cabelo sempre receba nutrientes necessários para se manter saudável, forte e brilhante.
 

        Ver essa foto no Instagram                  

Já que tá todo mundo em casa, aproveita pra ligar a TV e relaxar vendo nossos queridinhos @embelleze hoje na prova do líder do BBB20 ????. Inclusive tá aqui uma sugestão de ritual de hidratação pra fazer enquanto você também estiver confinada, com o resultado de salão na sua própria casa. ❤️ Eu usei o Creme de Tratamento Ultraprofundo Novex Doctor Rícino pra fazer uma MEGA hidratação de 15 minutos e aproveitar esse tempinho pra cuidar do meu corpo e do meu cabelo. Ah! No mês de março, em comemoração ao dia das mulheres e ao aniversário da @embelleze toda a loja online tá com até 60% de descontos e com o cupom JUROMANO vocês ainda têm mais 10% de desconto em todos os produtos. ???? Aproveitem!!! E me contem aqui: quem você quer ver ser o líder nessa semana? . . #EmbellezenoBBB #Novex #NovexDrRicino #PoderosasEmbelleze | Publicidade

Uma publicação compartilhada por Ju Romano (@ju_romano) em 19 de Mar, 2020 às 3:58 PDT


Quais são os cuidados com cabelos com química em casa? Devo tomar mais cuidado?

Sim, com certeza. Um cabelo com química é mais frágil que um cabelo virgem, portanto exige uma atenção maior e alguns cuidados para se manter saudável e resistente. No meu caso, com cabelo tingido, eu tento manter o cabelo o mais hidratado possível para segurar melhor o retoque da tinta e também para prolongar a beleza dos fios entre os retoques. Eu uso uma máscara tonalizante hidratante entre os retoques e passo leave-in no cabelo todos os dias, mais de uma vez ao dia. O cabelo com química tende a ficar com as pontas mais ressecadas, então o leave-in ajuda a deixar os fios mais alinhados e protegidos. O cronograma capilar que eu citei acima também ajuda demais a repor tanto os nutrientes perdidos nas químicas, quanto o que o cabelo vai perdendo com o desgaste natural (poluição, atrito, sol, calor, etc).

Água, secador e modeladores muito quentes também prejudicam demais os cabelos tingidos, além de acelerarem o desbotamento da cor.

O uso de chapinhas e secadores: como fazer para não prejudicar as madeixas?

É legal evitar usar quando não existir necessidade e, de preferência, não usar todo dia. Quando for usar, sempre aplicar um protetor térmico no cabelo, porque ele vai impedir que a alta temperatura queime ou desidrate o fio. Nunca use o modelador acima dos 190 graus porque, mesmo com protetor, é uma temperatura muito alta, que vai prejudicar o fio com certeza. Por fim, recomendo que experimentem técnicas alternativas, que não exijam fontes de calor muito altas. Por exemplo, enrolar o cabelo com uma faixa elástica ou coques em vez de usar babyliss; usar uma escova alisadora em vez da chapinha; deixar o cabelo secar ao natural em vez de usar o secador. O resultado não é o mesmo, mas nessa época de isolamento social, em que a gente está passando mais tempo em casa, dá para experimentar alternativas mais saudáveis e podemos dar um descanso para o fio se recuperar.

Você segue algum cronograma capilar? Quais são suas dicas para as mulheres montarem um?

Sigo e foi a melhor coisa que fiz pelo meu cabelo. Todo mundo me pergunta o que eu faço para o meu cabelo crescer tão rápido e a verdade é que eu não faço nada de especial, só sou bem comprometida com o cronograma. Para montar um incial, eu recomendo que cada pessoa veja a frequência de lavagens que lhe é confortável. É interessante intercalar 3 etapas de tratamento: hidratação, nutrição e reconstrução. Uma ordem que não satura o cabelo e não pesa nos fios é intercalar sempre uma etapa de hidratação entre os outros dois (por exemplo: hidratação - nutrição - hidratação - reconstrução - hidratação e assim vai).

Como o cabelo de cada pessoa é de um jeito, é interessante começar com um tratamento por semana e ir aumentando a frequência para ver como o cabelo reage. No meu caso, por exemplo, eu faço uma dessas etapas a cada duas lavagens. Além desses tratamentos, que normalmente são feitos no banho, existem outros que podem entrar substituindo ou complementando alguma das etapas, como é o caso da umectação noturna. Ela é feita com um óleo de umectação e substitui, por exemplo, uma hidratação.