Óleo de coco ajuda na hidratação proteção dos cabelos durante o verão

Especialista em cosmetologia avançada e produtos naturais, Jackeline Alecrim ensina algumas dicas para manter os cabelos hidratados e com vida.

Foto: Reprodução


O verão é esperado por muitos, mas a estação mais quente do ano exige cuidados especiais com os cabelos, além dos cuidados com a pele. A exposição exagerada ao sal do mar, os componentes utilizados para tratar a água das piscinas e até os raios solares podem danificar e muito os fios. As altas temperaturas da estação prejudicam o cabelo, principalmente aqueles que passaram ou passam com frequência por processos químicos.

Na época mais quente do ano, os fios tendem a oxidar devido à ação dos raios UV, que afetam a cutícula do cabelo, a melanina e a queratina, levando à descoloração, ao enfraquecimento e à perda de brilho das madeixas. Para melhorar a saúde dos fios durante o verão, a especialista em cosmetologia avançada e produtos naturais, Jackeline Alecrim fala sobre o tema e ensina algumas dicas para manter os cabelos hidratados e com vida.

A especialista afirma que os óleos são uma das alternativas mais eficientes para proteger os cabelos, mas ressalta a importância de saber escolher o que será aplicado para evitar a queima dos fios. “Os óleos são muito utilizados no cabelo durante o verão, mas é importante destacar que o produto não deve ser o mineral, como a parafina”, destaca Jackeline.

A cosmetóloga ressalta que “Esse tipo de óleo queima o cabelo, porque retém a temperatura no fio. A ideia é que o cabelo esteja protegido, mas que possa respirar, resultado que é obtido com o uso do óleo de coco. O produto é totalmente natural e constrói uma película protetora no fio, sem abafar”.

Os cabelos crespos e cacheados naturalmente já sofrem com a falta de hidratação. A forma espiral do cacho dificulta que a oleosidade vá da raiz para as pontas. No verão, esse processo é potencializado.

O cabelo cacheado tem diversas variações de forma. Os cachos podem ser bem definidos ou podem apresentar fibras, com um padrão de cacho próprio e diferente, com cachos menos padronizados. Já o cabelo crespo tem menos variações de curvatura. Os cachos podem ser mais abertos, mais fechados ou nem ter nenhuma curvatura.

“Oriento que o tratamento em todo tipo de cabelo seja feito em duas etapas, antes e depois da exposição ao sol. Destaco que os cabelos crespos e cacheados tendem a ficar mais ressecados, então é importante que o cabelo esteja preparado para receber o sal, o sol e a água da piscina”, destaca a especialista.

Os cabelos quimicamente tratados também sofrem no verão. A tintura e tratamentos químicos como progressiva, queratina, relaxamento e permanente eliminam o escudo hidratante natural do fio, por isso, esses cabelos merecem uma atenção maior. Seus fios têm uma facilidade maior de quebra e sua aparência geralmente é de um fio mais seco. “O óleo de coco é um grande aliado para o tratamento desses fios. Ele cria uma capa protetora protegendo enquanto hidrata e restaura os fios”, diz Alecrim.

Os fios lisos sempre foram tendência. Longo, curto, com pontas volumosas, long chanel ou chanel simétrico, são diversas opções. Os cabelos tendem a ser mais oleosos e podem ser mais finos ou grossos, o que influencia no embaraçamento do fio e na quantidade de frizz que aparenta ter. “Para esse tipo de cabelo, o óleo de coco pode ser usado em diversas situações, principalmente para diminuir a oleosidade natural desse fio e hidratar”, destaca Alecrim

O óleo de coco pode ser usado de diversas formas no dia a dia para proteger os fios durante o verão. “Podemos trazer o uso do óleo de coco e incluí-lo em nossa rotina diária de cuidados com o cabelo. Ele pode ser utilizado na finalização, como pré-pool, antes de tomar sol e também para fazer a umectação”, afirma.

Dicas de como utilizar o óleo de coco no cabelo

Pré-pool com óleo de coco
Como o nome indica, pré-pool ou pré-shampoo é uma técnica feita antes do shampoo, antes da lavagem dos fios. Serve tanto para ajudar a hidratar e repor nutrientes quanto para ajudar a proteger as pontas da água quente e ação detergente dos shampoos

Para fazer o pré-pool basta misturar o óleo de coco, o creme de cabelo e o soro fisiológico em um recipiente, depois, é necessário aplicar no cabelo da raiz até as pontas e deixar agir por 30 minutos. Depois desse tempo basta retirar a mistura dos fios com shampoo. 

Pré-sol com óleo de coco
Aplicar pequenas quantidades do óleo nos fios. O principal benefício desse procedimento é a blindagem dos fios, protegendo do calor, do suor e de outros agentes que possam danificar o cabelo.

“Para fazer esse procedimento basta aplicar o óleo com o cabelo seco mesmo, separando mechas pequenas ou médias e distribuindo o óleo da raiz até as pontas”, destaca a especialista.

Finalização com óleo de coco
Para a finalização de cabelos cacheados e crespos, o óleo de coco blinda o fio, diminui o frizz e deixa o cabelo mais hidratado, brilhoso e com os cachos mais definidos

“Para a finalização é só misturar o óleo de coco com o creme de cabelo que preferir e aplicar em todo o cabelo. Se quiser um cabelo mais volumoso utilize também o pente garfo para dar volume na raiz”, orienta Jackeline.

Umectação com óleo de coco
A umectação com óleo de coco tem como objetivo nutrir os fios e, acima de tudo, repor a oleosidade necessária e recuperar as madeixas danificadas por diversos fatores. O procedimento pode ser feito em todos os tipos de cabelo, principalmente os cacheados, crespos, crespíssimos e em transição.

“O tratamento serve como um complemento à oleosidade natural dos fios. Pode ser feito só com o óleo de coco, aplicando o produto no cabelo seco e sem ter a necessidade de misturar cremes. Indico que o procedimento seja feito à noite, porque é necessário que o óleo fique pelo menos 4 horas agindo no fio para que o resultado seja eficaz”, pontua Jackeline.

Jackeline orienta sobre como retirar o óleo do cabelo “Para remover o óleo na manhã seguinte, a pessoa pode passar uma máscara antes de entrar no banho. Ressaltando que o óleo de coco não aumenta a oleosidade do cabelo”.