Cortinas e persianas: conheça as diferenças e vantagens

Itens mantêm a privacidade dos cômodos e filtram a entrada de luz nos espaços

Cortinas e persianas
Foto: Divulgação


Detentoras de um toque diferenciado que une funcionalidade à estética para os ambientes, as cortinas e persianas são soluções inteligentes para auxiliar a arquitetura: os itens mantêm a privacidade dos cômodos e filtram a entrada de luz nos espaços. De acordo com Marcel de Macedo Teixeira, da Maison Corbusier Tecidos e Persianas, tanto o uso de cortinas quanto de persianas apresenta vantagens e têm indicações específicas para cada necessidade de aplicação.

Tendências de mercado

O empresário Gustavo Celante, da Adornié Ambientes, revela que uma das principais tendências são persianas que contêm tecidos. “Tal variação visa retirar as persianas dos espaços de escritórios, trazendo opções com mais texturas, inclusão de tecidos e apresentando toques diferenciados”, explica. Maria Flávia Haenle, da Sunfix – Proteção Solar e Acabamentos, complementa: “Hoje em dia há uma grande preocupação com o meio ambiente - produtos sustentáveis estão em alta e vêm ganhando seu espaço no mercado”, explica.

Manutenção

Os cuidados de limpeza e manutenção são essenciais. “O fator que mais influencia na manutenção de cortinas é o tipo de tecido. Materiais sintéticos (poliéster) são de fácil higienização, podendo ser lavado em casa com os devidos cuidados. Já os tecidos naturais como linho e seda necessitam de lavagem especializada. No caso das persianas, muitos modelos possuem tecidos com tratamento antiestético que evita o acúmulo de poeira, proporcionando limpeza básica bastante simples. No caso de higienizações completas e manutenção de componentes para persianas, sempre é indicado solicitar a empresas especializadas do setor”, detalha o empresário da Maison Corbusier Tecidos e Persianas.

Vantagens

Atualmente existe uma grande tecnologia envolvida no desenvolvimento dos tecidos e mecanismos de peças com acionamento automático. Falando de cortinas, Maria Flávia cita algumas de suas vantagens: “Características como tecidos antiestáticos para reduzir o acúmulo de poeira, redução de ruídos e diferentes fatores de abertura para controle da incidência solar são apenas alguns dos benefícios”, pontua.  Ainda de acordo com ela, também existem alguns produtos que unem as funcionalidades de blackout e translucidez, sem falar na possibilidade de automação, muitas vezes uma solução técnica para locais com pé direito duplo. 

Ao contrário das cortinas, que podem associar o controle acústico, as persianas possuem somente a função de controle da luminosidade. Também existem diversas opções de materiais e espessura de lâminas que valorizam os ambientes, como as de madeira, além da possibilidade de motorização de algumas peças.

Casa de praia

Quando se trata da escolha de itens para a casa de praia, o cuidado deve ser redobrado: é preciso pensar em detalhes importantes como resistência a maresia e bloqueio solar. De acordo com Maria Flávia Haenle tanto as cortinas como as persianas podem ser utilizadas nesse tipo de imóvel: “Ambas são indicadas. Existe uma enorme gama de tecidos e vários podem ser aplicados a projetos no litoral sem perder a qualidade ou reduzir a durabilidade dos produtos”, conta.

Para não correr o risco de escolher o produto errado, Marcel Teixeira, da Maison Corbusier, dá algumas dicas: “A malha semi-opaca é o produto que melhor retém a entrada de raios ultravioletas”, explica. “No caso das persianas, o modelo mais indicado é a cortina rolô em tela solar, que sofre menos com a ação da maresia e possui fácil higienização. Ela permite visibilidade externa com o tecido abaixado e proporciona mais privacidade”, completa. No entanto, se o produto escolhido foi a cortina, o empresário dá a dica “Prefira gaze de linho sintético, que proporciona a leveza, transparência e sensação de liberdade típicos do clima praiano”.