Sete dicas para facilitar a reforma da sua casa

Uma obra bem planejada pode preservar o lar por anos e evitar gastos desnecessários

Foto: Divulgação


A reforma de qualquer residência exige uma série de cuidados, desde a compra dos materiais até a utilização deles. Uma reforma bem planejada pode preservar o lar por anos e evitar gastos desnecessários. Confira algumas dicas que poderão facilitar esse momento.

Antecedência

Comprar os materiais e buscar os profissionais antecipadamente pode evitar imprevistos. No caso dos materiais, ao pesquisá-los com calma, é possível aproveitar promoções e garantir uma significativa economia. 

Cabe destacar que vale a pena adquirir produtos a mais, sobretudo se eles forem únicos, como os pisos e azulejos. Muitas vezes, as lojas realizam queima de estoque com alguns materiais, que depois se tornam indisponíveis. Portanto, para não ter problemas futuros para encontrar o que deseja, é importante comprar mais do que o necessário. 

No que se refere aos profissionais envolvidos, a busca antecipada pode garantir melhor planejamento às obras, pois eles podem ajudar na escolha dos materiais. Além disso, com antecedência é mais fácil combinar os horários do trabalho. 

Época do ano 

A arquiteta Luciana Paixão recomenda que o primeiro fator a ser observado é a época em que a pintura será feita. “Selecione uma época seca do ano quando houver pouca chuva e umidade mais baixa. A tinta precisa de tempo para secar e não irá aderir a superfícies que não estejam secas”, afirma.

Economia de verdade

Na hora de comprar os materiais, é normal que os compradores se vejam tentados a optar pelos produtos mais baratos. No entanto, essa economia pode não valer a pena. No caso da pintura, por exemplo, as tinturas mais baratas podem ser justamente aquelas que duram menos. “Tinta de melhor qualidade significa que você pintará menos vezes ao longo dos anos e obterá melhor cobertura quando pintar”, afirma a arquiteta.

Prestadores de serviço

Para ter um melhor controle de tudo o que acontece na obra, é importante não deixar diversos trabalhadores ou equipes responsáveis pelo mesmo trabalho. Caso haja algum problema, será mais difícil identificar quem o causou e como resolvê-lo. Também é imprescindível fazer um contrato especificando as tarefas a serem desenvolvidas. 

Do it yourself

Algumas pequenas mudanças e reparos podem ser realizados pelo próprio morador da residência. Chamado de do it yourself (faça você mesmo, em português), esse método pode ajudar a economizar mão-de-obra e dar um toque pessoal ao lar. São exemplos de tarefas desse tipo a pintura das paredes e a reparação de móveis e objetos. 

Proteja os móveis

Se a reforma envolver pintura ou alterações que levantem poeira, vale a pena envolver os objetos e móveis próximos para evitar a sujeira. Muitos costumam forrar o chão de jornal para evitar os respingos da tinta, mas isso também vale para diminuir o acúmulo de pó e facilitar depois a limpeza.

Sem pressa

Quem não quer começar a reforma em um dia e no outro já estar com a casa lindíssima? Obviamente todos, né? No entanto, isso não costuma acontecer. Todas as reformas demandam tempo e paciência. É possível agilizar as obras, se contratar profissionais qualificados e comprar materiais antes. Mesmo assim, é importante não se desesperar e deixar que a equipe realize as tarefas da melhor forma. A pressa só irá trazer estresse a todos os envolvidos e nenhum resultado prático.