Como preparar uma mesa decorada para o Dia dos Namorados: veja dicas

Montar uma linda mesa para um jantar a dois em casa não requer nenhuma fortuna, mas, basicamente, inspiração

Foto: Pixabay


A poucas horas do jantar do Dia dos Namorados, os detalhes para a comemoração já estão em mente, mesmo que, neste ano, alguns planos tenham sido adiados. Nada impede, no entanto, que a comemoração seja igualmente inesquecível, mesmo se você optar por ficar em casa. Com pratos que você pode elaborar (ou encomendar em restaurantes), o cenário, mesmo não sendo o imaginado, pode ser tão romântico quanto. E, se for o caso, desfrutado pelos dois, ainda que à distância.

Montar uma linda mesa para um jantar a dois em casa não requer nenhuma fortuna, mas, basicamente, inspiração. Sempre é possível aproveitar os utensílios, acessórios e adornos que você tem em casa e reapresentá-los de forma criativa, acrescentando seu toque pessoal à decoração. Claro que ingredientes como flores e velas não podem faltar. Mas estes podem ser encontrados com facilidade - e a bons preços - nas redes de supermercados.

No caso da consultora de estilo Virgínia Lamarco, convidada pelo Estadão para produzir uma mesa para a data, tudo começou pela observação detalhada de uma embalagem térmica que um dia ela recebeu, revestindo uma garrafas de champanhe. Decorado com delicados desenhos de flores e ramos, em tons de rosa, branco e laranja, o objeto, que ela conserva até hoje, a fez lembrar de uma antiga toalha de linho, também rosa, mas pontuada por flores brancas, que ela herdou da avó italiana.

"Penso que o clima romântico que envolve a data merece ser vivido com toda a intensidade e até com um certo exagero, se for o caso. O importante é emocionar. Aliás, acho que é disso que estamos precisando nos últimos tempos", comenta ela que, com este objetivo em mente, não se furtou a imprimir uma atmosfera levemente clássica à decoração de sua mesa, mas nada muito formal.

Foto: Arquivo PessoalFoto: Virgínia Lamarco
Foto: Virgínia Lamarco

 


"Acredito que a leveza da composição começou pela escolha do laranja como contraponto ao rosa e ao branco. Apesar de muito associados à data, o vermelho e os corações às vezes podem pesar", considera a consultora, que reuniu pequenos adornos decorativos, como pequenos pratos, talheres antigos e xícaras para compor uma mesa em um estilo eclético, que ela define como "retrô romântico".

E, segundo ela, os detalhes fazem a diferença: "Na hora de decorar para o Dia dos Namorados, o segredo está em caprichar nos detalhes. Uma vez definido o clima, tudo deve ser disposto de maneira sutil, equilibrada, sem pressa", declara Virgínia, que, no lugar de optar por um vaso central, resolveu trabalhar com jarras e potinhos repletos de mini-rosas, posicionados em pontos estratégicos. "Todos baixos, para não atrapalhar a conversa", diz.

"Imaginei a mesa como um grande jardim. Assim, flores, pássaros e borboletas aparecem nos pratos, potes e acessórios. Nos castiçais, que é um item que não pode faltar, misturei velas rosas e verdes, assim como os guardanapos, que alternam branco e rosa, e aparecem envoltos em uma flor de papel crepom, na cor salmão.

Por fim, um móbile feito de rosas mais robustas, suspensas por fios de náilon, arremata a composição. "Sempre é válido investir em um belo centro de mesa para criar um clima. Mas ele não precisa ser tradicional", comenta. "Este foi superfácil de fazer. Amarrei as hastes com os fios e prendi com fita adesiva transparente. Só tomei o cuidado de regular bem a altura para não atrapalhar a troca de olhares entre o casal."

Foto: Arquivo PessoalFoto: Virgínia Lamarco
Foto: Virgínia Lamarco

 


Suave e romântica, e com todos os itens - louças, talheres, souplats, guardanapos e toalhas - em seus devidos lugares, a mesa elaborada por Virgínia tem tudo para agradar àqueles que sonham com um jantar à luz de vela, no melhor estilo felizes para sempre. Algumas dicas são capazes de tornar sua noite memorável, seja qual for o estilo da comemoração. A seguir:

Local
Além da sala de jantar, sua mesa, em qualquer escala, pode fazer bonito na varanda, na copa, na cozinha ou até na mesinha de centro da sala. Se a ideia for um jantar mais descontraído, experimente utilizá-la como apoio, substituindo as cadeiras por almofadas.

Cores e símbolos
Quando pensamos em Dia dos Namorados, o vermelho e os corações são nossas principais referências. Os dois, normalmente associados ao amor ou a paixão, podem estar presentes nas louças, nas flores, nos guardanapos. Mas considere também outras opções, como o rosa e o laranja, além de flores, pássaros e notas musicais.

Flores
São essenciais na montagem de qualquer mesa, pois, além de belas, oferecem múltiplas possibilidades decorativas, podendo ser usada tanto nos vasos, quanto sobre os pratos, arrematando a dobradura dos guardanapos. Pétalas de rosas, por si só, já formam um lindo centro de mesa em meio a velas e castiçais, mas existem espécies que também sugerem vínculos afetivos, como as tulipas e as astromélias.

Velas
Garantem a atmosfera romântica e intimista necessária a um jantar a dois. Disponíveis nos mais diversos tamanhos e formatos, e utilizadas com ou sem castiçais, elas podem ser encontradas hoje, inclusive, empregando lâmpadas LED, que garantem uma iluminação sem riscos. No caso de velas tradicionais, procure apenas evitar as versões com cheiro: elas podem interferir no aroma da comida a ser servida.

Toque pessoal
Por fim, vale personalizar sua mesa com objetos que tenham um significado especial para os dois, tais como fotos, mensagens, lembrancinhas. E, claro, não descuide da playlist. A música tem o poder de invocar as melhores memórias do casal.

Foto: Arquivo PessoalFoto: Virgínia Lamarco
Foto: Virgínia Lamarco

Fonte: Estadão Conteúdo


NAIARA SILVEIRA

naiara@gaz.com.br