Inverno convida para uma boa taça de vinho

Rótulos encorpados e com maior teor alcoólico são apostas interessantes já que ajudam a aquecer a temperatura do corpo

A chegada do Inverno é um convite para apreciar uma boa taça de vinho.
Foto: Divulgação


A chegada do Inverno é um convite para apreciar uma boa taça de vinho. Durante o período é normal ficarmos mais calmos e preguiçosos, pois o próprio corpo pede por conforto, aconchego e comida. Com a queda das temperaturas a bebida ganha ainda mais espaço tanto em encontros românticos quanto em reuniões com familiares e amigos. A estação pede por pratos quentes como sopas, fondues, massas, risotos e carnes. Para acompanhá-los os vinhos indicados são aqueles mais encorpados.

"Em tempos mais frios a tendência é sentirmos fome de alimentos gordurosos. Por isso, um vinho mais potente deve calhar melhor com esses momentos", explica Natália Cacioli, sommelière da Evino. Vinhos fortificados como os Portos, Marsala, Moscatel - e aqueles cujo teor alcoólico é maior - também são boas apostas, pois ajudam a aquecer a temperatura do corpo. E como harmonizá-los?

É importante saber que sal e gordura são elementos amigos da harmonização (por isso as combinações queijo-vinho e carne-vinho são tão famosas). Se a ideia é investir em uma deliciosa fondue de queijo, vinhos brancos secos jovens ou com breve passagem em barricas, como Chardonnay e exemplares de Rioja, harmonizam muito bem. Por isso aqui vale quebrar alguns mitos. "As pessoas investem mais em vinho tinto do que branco quando o assunto é queijo. Mas elas não sabem que é bem fácil harmonizar esse cardápio com um rótulo branco - justamente porque a acidez desses vinhos faz toda a diferença no sabor", pontua.

As sopas não ficam de fora e conquistam cada vez mais espaço nos dias frios. E, se existe combinação melhor do que caldo verde e um vinho tinto português, eu desconfio. "Não é ciência! É só gostoso mesmo", brinca Natália. Para um caldinho de legumes ou sopa de cebola, vinhos de Sauvignon Blanc vão cair muito bem. Já um caldinho de feijão harmoniza bem com Syrah jovem e sem presença em barricas.

Para quem investe na combinação séries + pipoca + cobertor a sugestão é um delicioso e leve vinho rosé ou branco com breve passagem em carvalho. De acordo com a especialista, o branco barricado ganha características amanteigadas e que vão casar muito bem com a pipoca. "A pipoca é salgada. Então a dica é evitar vinhos com um teor alcoólico muito alto, pois o álcool acentua ainda mais o sabor do sal".

Mas e vinho com o clássico brigadeiro de colher? Vale lembrar que a combinação com chocolate requer alguns cuidados importantes, mas desde que feita corretamente, seu sucesso é garantido. Como chocolate é doce, o segredo é escolher vinhos que consigam dar conta desse açúcar. Com todos os tipos, vinhos doces - como Porto - dão sempre certo. "Já se quiser descobrir algo diferente, como nós da Evino sempre sugerimos, prove com um vinho tinto Syrah ou um português do Douro. Aposto que vai se surpreender", finaliza.


Redação Portal Gaz

redacao@portalgaz.com.br