Cinco dicas para mães que desejam empreender

Seja por uma ideia ou necessidade, a mãe empreendedora é a decisão para ter um trabalho que trará mais satisfação

Foto: Divulgação


O grande dilema de muitas mulheres é encarar a maternidade e a vida profissional. Muitas veem o caminho do empreendedorismo como opção nesse momento da vida. Seja por uma ideia ou necessidade, a mãe empreendedora é a decisão para ter um trabalho que trará mais satisfação, flexibilidade e principalmente para ter um retorno financeiro que dê para conciliar os dois.

Para começar hoje mesmo o seu plano de empreendedora, Luzia Costa, mãe de dois filhos (uma menina de 11 anos e um menino de 18) e fundadora do Grupo Cetro, detentor das marcas Sóbrancelhas, Beryllos e DepilShop, separou algumas dicas para auxiliar neste caminho. Confira:

1. Tenha objetivos e metas: Primeiro passo é ter objetivos. O que você quer da sua vida empreendedora? Por que você está empreendendo? Quais seus planos? Planejamento é essencial para dar conta de todas suas tarefas como mulher e mãe. Comece hoje mesmo colocando no papel suas metas e sonhos.

2. Tenha uma rotina: Defina a hora de trabalhar e a hora de ficar com filhos, seja trabalhando home office ou fora de casa, é essencial ter uma rotina para ter seu dia a dia organizado e evitar a sensação de que faltou tempo para seu trabalho e principalmente para sua família.

3. Reserve um tempo só para você: Não podemos nunca esquecer da pessoa que mais importa: você! Por isso, é essencial separar nem que seja uma hora por dia para cuidar de você mesma. Sim, parece algo difícil conciliar trabalho, filhos, casa e se cuidar, não é mesmo?! No começo pode até ser desafiador, mas reservando um tempo para você, verá que o estresse e o que pode parecer difícil no dia a dia corrido, pode se tornar leve e prazeroso. A autoestima é importante para todos os caminhos da nossa vida.

4. Enfrente julgamentos e aceite ajuda: Sem dúvidas, muitas pessoas irão te criticar por dedicar um tempo do seu dia para o trabalho e vida profissional, deixando filhos com avós, babás, escolinhas, entre outros. Mas precisamos sempre realizar nossos sonhos, ter nossas ambições até mesmo para dar condições melhores para nossos filhos, não é mesmo?! Por isso, enfrente, aguente firme, pois só você sabe os motivos das suas escolhas. Tome as rédeas da sua vida e, se precisar, peça ajuda para pessoas que te apoiam!

5. Aproveite seu feeling materno: Quer empreender e não sabe um nicho? Aproveite a maternidade para ter ideias de negócios que pessoas de fora do mundo materno não pensaram. Exemplos: vendas de papinhas, artesanatos, aluguel e venda de utensílios que não usará mais com seus filhos, entre outras opções, podem ser opções para ganhar uma renda extra e começar essa jornada empreendedora!


LUA RODRIGUES

luana@gaz.com.br