Elas indicam: livros que valem a pena conhecer

As opções variam entre obras de diversos gêneros e estilos

Foto: Divulgação


Ter um bom livro em mãos é a garantia de uma viagem incrível - e também de nunca ficar entediado, seja em fila de banco, esperando um avião ou qualquer outra situação. Se você é simplesmente apaixonado pelas palavras ou lê só de vez em quando, confira as dicas das meninas do Gaz de livros incríveis, cada um a sua maneira. São várias opções de gêneros e estilos, para vários gostos! Prepare um chá ou um café, encontre um local confortável, e aproveite a leitura.

Dica da Lua Rodrigues

A Menina Quebrada reúne uma série de textos da jornalista gaúcha Eliane Brum, publicados em sua coluna semanal. São relatos pessoais sobre a vida, com um olhar cuidadoso e bastante delicado, típico dela. Os temas variam desde a Amazônia - pauta da jornalista há décadas - até relacionamentos familiares, religião e comportamento. O texto que mais me marcou desta coletânea foi, sem dúvidas, o que dá nome à obra. A Menina Quebrada é uma carta para Catarina, que descobriu que até as crianças quebram, ao se deparar com uma menina com a perna engessada. 

"O que eu poderia dizer a você, Catarina? A verdade? A verdade você já sabia, você tinha acabado de descobrir. As pessoas quebram. Até as meninas quebram. E, se as meninas quebram, você também pode quebrar. E vai, Catarina. Vai quebrar. Talvez não a perna, mas outras partes de você. Membros invisíveis podem fraturar em tantos pedaços quanto uma perna ou um braço. E doer muito mais. E doem mais quando são outros que quebram você, às vezes pelas suas costas, em outras fazendo um afago, em geral contando mentiras ou inventando verdades. Gente cheia de medo, Catarina, que tem tanto pavor de quebrar, que quebram outros para manter a ilusão de que são indestrutíveis e podem controlar o curso da vida. E dão nomes mais palatáveis para a inveja e para o ódio que os queima. Mas à noite, Catarina, à noite, eles sabem."

Este é apenas um trecho do meu texto preferido de Eliane, que fala ainda sobre como podemos viver depois de quebrados: com certeza com nossas marcas e experiências, mas nunca da mesma forma como éramos antes. Vale a pena se deliciar com as doces palavras de Eliane Brum. Só corre o risco de você terminar o livro com lágrimas nos olhos, como foi no meu caso.

Onde comprar: site da Editora Arquipélago 


Dica da Marília Nascimento

Às vezes ler histórias mais leves fazem bem e Para Todos os Garotos que Já Amei funcionou comigo bem nessa linha, por isso escolhi para dar a dica aqui. Lara Jean é uma adolescente que vive com o pai e as irmãs. Romântica e sonhadora, ela guarda em uma caixa azul petróleo, que ganhou da mãe já falecida, uma carta para cada garoto que já amou. São cinco correspondências ao todo, escritas em diferentes fases da vida. Um dia, de forma misteriosa, essas cartas são enviadas aos destinatários e causam um reboliço na vida amorosa de Lara Jean. Prepare-se para se apaixonar por Peter Kavinsky e torcer pelo romance dele com Lara Jean. Além disso, dá para dar boas risadas com as travessuras de Kitty, a irmã caçula da protagonista. O livro é da escritora Jenny Han e publicado pela Intrinseca. Ele pode ser encontrado por R$ 23,90 na internet. Para quem gosta, ele até já virou filme e está disponível na Netflix. E o melhor, o livro tem continuação. A história de Para Todos os Garotos que Já Amei segue em P.S.: Ainda Amo Você e Agora e para Sempre Lara Jean. Todos valem muito a pena!

Onde comprar: site da Editora Intrínseca


Dica da Paola Severo

A dica de hoje é para quem gosta de livros de suspense. Palavras envenenadas, da Maite Carranza foi lançado pela Editora Novo Conceito em 2011 e estava todo esse tempo na minha estante. Decidi ler ele no mês passado e foi uma grande surpresa! O livro, de cerca de 250 páginas é realmente maravilhoso.

Na história, que acontece na Espanha, a adolescente Bárbara Molina desapareceu há quatro anos atrás. Durante o período de um dia, acompanhamos a tristeza da mãe que perdeu as esperanças de encontrar o corpo da filha, o policial responsável pela investigação que está se aposentando e a melhor amiga de Bárbara que sente que traiu sua amiga enquanto novas provas parecem surgir. A mistura forma uma receita maravilhosa de livro policial cheio de tensão, psicologia, mentiras e personagens maravilhosamente construídos. Como o livro não é tão recente, é possível encontrar ele com um precinho mais amigo.



Dica da Naiara Silveira

Por mais clichê que possa parecer, sempre fui apaixonada por romances de época! Adoro a união de uma história bem apaixonante aos costumes de uma época que não conheci - e acho encantador como os livros podem fazer isto com maestria. Nos últimos meses, encontrei uma obra que traduz perfeitamente este sentimento: Sempre em meu coração. O livro me encantou pela capa (desculpe, para mim a capa importa) e ainda mais pela sinopse: uma história de amor na década de 1940, entre Nora e Eduarda. 

É claro que estas histórias nunca são simples. Em uma época em que a mulher, ao casar, perdia sua plena capacidade e tinha sua existência submetida ao marido, a trajetória de Eduarda, Maria Lúcia e Nora se passa no Rio de Janeiro. A primeira, uma mulher determinada e marcada pelo passado; as outras duas, jovens amigas que se arriscam a trocar de identidade para viverem grandes sonhos... 

Tudo dá errado antes de dar certo e esta é apenas uma pitada do romance que eu posso contar. A história escrita por Diedra Roiz é envolvente, inspiradora e muito apaixonante. O livro é da Editora Vira Letra, que trabalha apenas com literatura lésbica - com muita qualidade, diga-se de passagem. Eu super indico esta leitura para quem, assim como eu, adora um romance!

Onde comprar: site da Editora Vira Letra


Dica da Taís Fortes

Emocionante e instigante, Todo dia a mesma noite – A história não contada da Boate Kiss é um livro-reportagem que oferece ao leitor a possibilidade de conhecer mais sobre o incêndio que atingiu a Boate Kiss, em Santa Maria, no dia 27 de janeiro de 2013. Escrito pela jornalista mineira Daniela Arbex, a obra reúne o depoimento de pessoas que protagonizaram esse triste episódio da história do Rio Grande do Sul e também do Brasil: a família daqueles morreram no incêndio, os sobreviventes da tragédia e os profissionais da área de saúde e segurança que trabalharam no resgate e atendimento das vítimas. 

A leitura desse livro nos faz refletir sobre a dor que cada pessoa que perdeu alguém na Kiss sente e como cada envolvido com a tragédia seguiu a sua vida depois que tudo aconteceu. Extremamente emocionante, Todo dia a mesma noite é uma importante ferramenta para manter viva a memória e a história sobre essa tragédia. Os relatos de cada entrevistado tornam a leitura humanizada e em muitos momentos, além de arrancar lágrimas, eles me fizeram questionar como era possível lidar com tamanho sofrimento. Nesse livro, Daniela Arbex nos convida a conhecer e se sensibilizar com a história de todos aqueles que de alguma forma estiveram envolvidos com a tragédia daquele janeiro de 2013.

Onde comprar: site da Editora Intrínseca



LEIA OUTROS ELAS INDICAM: