Marc Jacobs lança campanha em defesa dos direitos LGBT

Nova campanha possui extravagância oitentista, muito couro e homens maquiados

Marc Jacobs tem campanha pelos direitos LGBT
Foto: Instagram


Quatro dias depois do atentado em Orlando que matou 53 gays na boate Pulse, a grife Marc Jacobs divulgou a campanha de sua coleção de outono/inverno, que tem como mote a defesa dos direitos da comunidade LGBT e prega o amor livre.   A campanha de Jacobs possui extravagância oitentista, muito couro e homens maquiados, uma lembrança ao visual marcante do Dr Frank-N-Furter, protagonista do musical The Rocky Horror Picture Show.

"Dado o ataque em Orlando, eu queria dedicar a peça publicitária à qualquer um que esteja procurando por amor, de uma maneira ou de outra, durante esse momento difícil", diz o modelo Carlos Santolalla, uma das estrelas da nova campanha. "Amor é amor, e se nós começássemos a acreditar nisso de verdade, a ansiedade e o medo presentes em nossas vidas poderiam desaparecer e nos ajudaria a criar uma comunidade mais forte e unida do que nunca "

O modelo se manifestou em uma carta publicada na revista britânica Dazed. Santolalla ficou conhecido pela conta que dividia no Instagram com o ex-namorado John Tuite. Outra estrela da publicidade ativista da grife é o artista Genesis P-Orridge, que dedicou sua vida ao projeto Pandrogeny. Ele e sua parceira, Lady Jaye Breyer P-Orridge, transformaram seus corpos em telas passando por uma série de cirurgias para torná-los idênticos, como se fossem uma só pessoa, e hoje, mesmo após a morte de Lady Jaye, continua se referindo a si como nós.

 

In a continuing series of portraits for our Fall 2016 ad campaign, the individuals in these photographs represent a collective embodiment of love, honesty, integrity, courage, strength, curiosity and inspiration. Together, as one story, this collection is a reminder to question and challenge normal and to continue exploring and pushing boundaries. To quote Lana Wachowski, “I am suspicious of everything connected to that word [normal]. It is, to my thinking, a politically correct euphemism for obedience and conformity.” GENESIS P-ORRIDGE, Unconditional Love Through music, poetry and art, Genesis continues to explore, shape shift and define what it means to give love, be loved and live love. For me, Genesis is a sort of come-to-life definition of realness and authenticity and how being lost in an experience or new idea can result in growth and evolution. @pandrogyne Photographed by David Sims and styled by Katie Grand.

Uma foto publicada por Marc Jacobs (@themarcjacobs) em Jun 13, 2016 às 11:44 PDT