As principais tendências da São Paulo Fashion Week

Balanço final da São Paulo Fashion Week aponta o que deve bombar nos próximos meses

Desfile de Juliana Jabour na São Paulo Fashion Week 2017
Foto: Divulgação


Foram cinco dias e trinta e seis desfiles de diferentes marcas e estilos. O balanço final da São Paulo Fashion Week aponta as principais tendências e peças-chave que prometem emplacar já.

Hoodie: O bom e velho canguru, com bolsos fontais e capuz, símbolo do streewear, continua firme e forte. Agora aparece ao lado de peças delicadas. 

Jaquetas perfecto: Vem moda, sai moda, e aqui está uma peça que sempre consegue modernizar o visual. A modelagem oversized traz ainda mais irreverência 

Macacão: A praticidade de uma única peça: vestiu, saiu! Desta vez ganha as ruas ao lado de botas marcantes 

Assimétricos: Irreverência sensual no jogo de movimento de saias e vestidos. Casacos e tops espaçosos fazem boa parceria com eles e criam uma silhueta contemporânea 

Lamê: O brilho coruscante da era disco reascende de looks comportados à moda praia, com direito a maiôs e biquínis asa delta 

Moletom: O ícone do esporte atravessa fonteiras e mistura-se com outros estilos. Nesta temporada, ganha camadas e camadas de babados 

Coturnos: Hello punks! A bota pesada e transgressora, faz um contraponto com roupas transparentes e meias-calças delicadas 

Camiseta com mensagens: Engajadas, elas transmitem mensagens da geração now. E emprestam modernidade à produções básicas 

Parka: Herança do sportswear, o casaco da vez tem o poder de atualizar a alfaiataria assim como vestidos elegantes 

Babado: Sem dúvida, é o plus do momento. Romântico e feminino, em sintonia com o momento, aparece agora mais empoderado e mais hardcore.

Fonte: Estadão Conteúdo


LUANA RODRIGUES

luana.rodrigues@gaz.com.br