Noiva é levada ao altar por homem que recebeu o coração de seu pai

Órgão de Michel Stepien salvou a vida de Arthur Thomas em 2006

Foto: Reprodução


Jeni Stepien emocionou familiares e amigos no dia do seu casamento ao ser levada ao altar pelo homem que recebeu o coração do seu pai em um transplante em 2006. Segundo o jornal CBS News, Arthur Thomas aceitou o convite para levar a noiva até o noivo.

Michael Stepien, pai de Jeni, morreu em 2006, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Thomas estava condenado a morte e foi salvo pelo coração de Stepien. Em entrevista ao CBS, Thomas contou que tinha poucos dias de vida quando recebeu o coração e que, levar Jeni até o altar foi uma forma de agradecimento.

O pedido de Jeni para que Tom saísse de Nova Jersey para participar do seu casamento na Pensilvânia foi por meio de uma carta. Eles só se conheceram na véspera da cerimônia. Em entrevista, Jeni contou emocionada. "Estou grata que meu pai pôde estar aqui conosco em espírito e por uma parte de seu ser físico também. Isso foi muito especial para nós."

O vídeo que mostra Tom levando Jeni ao altar teve mais de 1,4 milhão de visualizações e 15 mil compartilhamentos.

 


MARÍLIA NASCIMENTO

marilia.nascimento@gaz.com.br