Casamento simples, consciente e mais barato

Há uma nova geração de noivas que não é nada parecida com a de dez anos atrás

Foto: Divulgação


O pedido de casamento é sempre um momento de emoção intensa e, os dias posteriores, de preocupação e ansiedade: quanto será que vai custar? Será que teremos de abrir mão de comprar a nossa casa própria? Ou de fazer aquela viagem dos sonhos? A partir do momento em que vira noiva, a maioria das mulheres já começa a pensar nos preparativos. Tem início a correria de bufê, luz, som, fotografia, local e o mais importante: o vestido.

Há uma nova geração de noivas que não é nada parecida com a de dez anos atrás. Hoje, estão mais preocupadas em gastar seu dinheiro de forma inteligente. Casar vai continuar sendo um dos dias mais importantes, simbólicos e inesquecíveis da vida; mas o que a atual indústria ainda esquece é de valorizar o que é mais importante: o amor e o encontro daquelas pessoas - noivos, famílias amigos. Há um senso comum que sugere que se a noiva não tiver uma série de itens na celebração, não vai ser feliz.

Nós desde 2014 acompanhamos isso de perto e até hoje recebemos relatos de imposições e valores muitas vezes abusivos. Por isso queremos revolucionar esta indústria e provar que é possível realizar um matrimônio com o dinheiro que se tem.

Com proposta de design minimalista, a startup O Amor é Simples propõe uma reflexão sobre a ostentação em casamentos astronômicos. Os vestidos são o oposto do que oferece a indústria tradicional: mais simples e com preços competitivos. Enquanto a média de aluguel gira em torno de R$ 2.600, o tíquete médio dos looks produzidos pela marca é de R$ 1.000. A moda noiva ainda é, na sua maioria, uma moda festa cheia de pompa, e isso também joga os preços lá em cima. Os modelos da marca têm rendas, mas não bordados e brilhos, porque isso geraria um custo alto para a cliente. São peças lindas, mas menos tradicionais. Ideal para um casamento com estilo mais descontraído e menos convencional.

Além da simplicidade, a empresa faz questão de ter total domínio da cadeia de produção. Assim, O Amor é Simples é uma marca 100% brasileira e feminina (todas as costureiras e gestoras são mulheres), que incentiva as noivas que preocupam-se com consumo consciente. O público em questão é geração Y: jovens de 20 a 29 anos, que está cada vez mais preocupado com a forma com que gastam o seu dinheiro e com marcas que tenham propósito e não discursos vazios. Por isso esse posicionamento é inovador, diferente de tudo que há no mercado.

O atendimento da startup também é mais próximo e pessoal. São feitos estudos constantes sobre o biotipo feminino, de modo a confeccionar vestidos que se moldem cada vez melhor ao corpo das brasileiras. A cliente pode entrar no site e escolher um modelo ou customizá-lo. A marca, que é gaúcha e tem sua sede em Porto Alegre, possui parceiros para ajustes no Rio Grande do Sul e em São Paulo, e conta com um showroom na capital gaúcha no dia 24 de março.

*Por Natália Pegoraro, uma das sócias-fundadoras da startup O Amor é Simples, site especializado em vestidos de noiva simples, lindos e com preços justos.