Noivos podem organizar o casamento juntos

iCasei elenca conselhos para que os casais dividam as tarefas e deixem o grande dia com a cara dos dois

Foto: Reprodução


Decidir entre cores como Marsala, Fendi e Azul Tiffany ou qual modelo de sousplat vai à mesa são decisões que não dependem mais única e exclusivamente da noiva. Cada vez mais os homens têm participação ativa, como no enlace da digital influencer Carol Dantas, por exemplo, em que muitos dos detalhes foram definidos pelo noivo, Vinicius Martines. A organização do casamento a quatro mãos torna a cerimônia mais significativa e com a cara dos dois, razões pelas quais o iCasei separou conselhos de ouro para que os homens fiquem à vontade e divirtam-se nesse momento único.

“Ele pode ser ótimo para escolher o design do convite, ou ter um paladar mais aguçado para definir os docinhos e o bolo, enquanto ela tem mais afinidade com a playlist que tocará e o modelo das alianças”, exemplifica Ale Loureiro, cerimonialista e parceira do iCasei. Carol Dantas, por exemplo, comemorou publicamente que Vini fez praticamente tudo e ela se encarregou apenas do vestido, a roupa do filho, Davi, e – quando necessário – participou das degustações.

Dessa forma, o planejamento se torna leve, sem parecer uma obrigação, e é um momento para que o casal se conheça mais e aprenda um com o outro. As definições feitas em conjunto transparecem em festas cada vez mais autênticas, com a personalidade de ambos impressa em todos os detalhes.

O diálogo é primordial para compartilharem as expectativas e inseguranças com o grande dia. Além de ser um ponto de apoio mútuo, o noivo tem a oportunidade de dizer em quais aspectos pode ajudar e o que tem interesse em contribuir ativamente.

“O mercado mudou com a oferta de produtos e serviços voltados ao público masculino; há um olhar direcionado a entender os desejos deles para a cerimônia. As alfaiatarias, por exemplo, disponibilizam uma variedade de modelos modernos para os trajes. Isso é um incentivo para que participem dessa etapa tão representativa na vida dos dois”, conta Ale.

Confiança e compartilhamento de tradições
É hora de a noiva acreditar e deixar que o parceiro providencie o que foi combinado, afinal, também é o grande dia dele. Assim, enquanto um cuida das tarefas em comum, o outro terá tempo para se dedicar àquelas que são exclusivamente suas, como a prova de maquiagem e penteado, por exemplo.

“Nesse critério, os homens também estão mais vaidosos e preocupados em escolher o traje com o melhor caimento, além de providenciá-lo com antecedência em vez de deixarem tudo para o último momento”, comenta a Loureiro. O guia de fornecedores do iCasei pode ajudar aos dois na definição dos profissionais.

E as tradições que antes eram reservadas apenas para as mulheres conquistaram os noivos. As barbearias, por exemplo, são palco para reunir os familiares e padrinhos para o dia do noivo, rendendo cliques para compor o Making Of dele. Há até quem não deixe a noiva ver a roupa escolhida antes do dia de subir ao altar.

O fato é que esse é o primeiro passo da vida a dois, e não há nada melhor do que poder contar com a pessoa que escolheu construir uma história. A celebração do enlace será ainda mais significativa, como cortar o bolo de casamento e o brinde, que terão mais sentimento ao saberem que ambos participaram nas escolhas.