Receitas de tapioca colorida para fugir do óbvio

Ingredientes extras, como cenoura e beterraba, podem ser utilizados para incrementar o alimento

Foto: Divulgação


A tapioca virou uma grande aliada de quem faz dieta. Por ser prática de fazer e ser mais saudável que o pão, ela passou a fazer sucesso com quem procura perder uns quilinhos. A ausência de glúten e sódio facilitou a popularidade da fariha. 

Porém, além da tonalidade branquinha que conhecemos, é possível deixar a tapioca colorida e mais divertida. A utilização de ingredientes extras, como beterraba e cenoura, pode dar mais vida a esse prato que se tornou tão comum na mesa dos brasileiros. 

Confira algumas receitas que darão mais cor para sua refeição. As opções foram retiradas do Blog do Elo7

Tapioca rosa

250 gramas de polvinho doce
1/4 de beterraba crua

Preparo

Bata no liquidificador o pedaço de beterraba junto a 200 milímetros de água. Deixe bater por aproximadamente 1 minuto em velocidade alta, para que a beterraba fique em  pedacinhos minúsculos. Coe (de preferência 2 vezes) e reserve 150 milímetros do suco.

Misture aos poucos o suco da beterraba ao polvilho para hidratá-lo. O ponto certo da hidratação é quando se faz um montinho de massa apertando na mão e ela não se quebra tão facilmente. Se ficar mole demais, é necessário colocar um pouquinho mais de polvilho. E se ficar muito esfarelada, um pouco mais de suco.

Tapioca amarela

250 gramas de polvilho doce
1 cenoura grande inteira

Preparo

Repita o mesmo processo da tapioca de beterraba. Porém, como a cenoura é mais fibrosa - e entra na receita em maior quantidade - é necessário coar de duas a três vezes, para que fique somente o suco dela, sem a polpa. 

Para preparar a tapioca, é necessário passá-la pela peneira. Coloque um punhado de massa e pressione com as mãos na peneira. Cairá o pó fininho. Isso pode também ser feito diretamente sobre a frigideira quente.

Com a frigideira já aquecida, coloque aproximadamente 2 colheres de sopa de tapioca. Ajeite rapidamente com a colher, antes que ela comece a coagular. Quando as bordas começarem a subir, é hora de virá-la (ou se preferir, já coloque o recheio nesse momento e dobre-a ao meio. Se for queijo, isso ajudará no processo de derretimento.


ISADORA TRILHA

isadora.trilha@gaz.com.br