Dicas fitness que valem a pena ser seguidas

Modas de alimentação podem ser bastante saudáveis se forem aplicadas da maneira correta

Foto: Divulgação


Seja na alimentação ou nos exercícios físicos, as modas do mundo fitness não param de 'pipocar' nas timelines de redes sociais por aí. É suco disso e daquilo que emagrece, sequências de exercícios que secam a barriga em uma semana, e por aí vai. Porém, no quesito comida, há algumas tendências que podem ser levadas em consideração. 

Para quem se sente confuso com tantas indicações por aí, encontramos algumas 'modas' de alimentação fitness que são benéficas e podem ser aplicadas sem medo. As sugestões são do site M de Mulher. Confere aí: 

- Farinha de banana verde

Da mesma forma que a biomassa da mesma fruta, a farinha ficou conhecida porque possui uma substância chamada amido resistente, que só é obtida quando a banana é consumida antes de amadurecer. "Misturada aos alimentos, ela é capaz de tornar a absorção dos nutrientes mais lenta, o que diminui o índice glicêmico das refeições e aumenta a sensação de saciedade”, defende o nutrólogo Guilherme Giorelli, diretor da Associação Brasileira de Nutrologia, no Rio de Janeiro. Ela pode ser adicionada a sucos, shakes e sopas. 

Consumo: no máximo 2 colheres de sopa por dia

- Crepioca

O prato nada mais é do que um crepe de tapioca, feito através da mistura de ovos e da goma famosa. A preparação permite vários recheios, como frango, banana, patinho moído, queijo cottage, entre outros.

Consumo: uma porção por dia. 

- Alimentos orgânicos

Consumir alimentos orgânicos evita os problemas que os agrotóxicos podem causar em nosso organismo. Entre eles estão os danos causados aos hormônios e as alterações no funcionamento do intestino. Porém, nutricionistas alertam que, mesmo orgânicos, eles são igualmente calóricos e devem ser consumidos com responsabilidade. 

- Pasta de amendoim 

O alimento ganhou fama por ser uma fonte rica de proteína e gordura boa, o que protege o coração e favorece o ganho de massa magra. Entretanto, ela é bastante calórica, o que exige atenção às quantidades ingeridas.

Consumo: 1 ou 2 colheres (chá) por dia da versão sem açúcar.

- Salada no pote

A opção é boa porque favorece as mais diversas combinações de verduras, legumes e hortaliças com grãos e proteínas magras que formam refeições completas e saudáveis para qualquer hora. Segundo nutricionistas, o pote de vidro facilita que os nutientes sejam mantidos. 

Consumo: até dois potes por dia.

- Goji berry 

A frutinha vermelha, quando consumida seca, ajuda a rejuvenescer e acelerar o gasto calórico. Além disso, ela possui um poder antioxidante enorme, o que melhora o funcionamento do organismo como um todo. As gojis podem ser adicionadas ao mix de nuts, à salada de frutas ou ao iogurte para um lanche mais completo. 

Consumo: 1 colher de sopa por dia. 

- Barrinha de proteína

A alternativa é uma evolução das barras de cereais, que é sugerida para estimular o ganho de massa muscular em quem pratica exercício. Como a maioria reproduz sabores de chocolate e doce de leite, por exemplo, elas podem ser aliadas no combate à vontade de comer doces. 

Consumo: até duas por dia. 

- Panqueca proteica

A receita leva ovos e whey protein, o que proporciona aumento na massa magra. No lugar da farinha de trigo, os nutricionaistas sugerem farelo de aveia, o que dá mais saciedade e ajuda o intestino a funcionar. Algumas pessoas acrescentam cacau sem açúcar na receita. 

Consumo: até duas por dia. 

- Suco prensado

As versões detox ou multivitamínicas fazem muito sucesso porque um único copo pode fornecer a quantidade de nutrientes e vitaminas de uma refeição inteira. “Se as frutas forem prensadas a frio, os benefícios são ainda maiores e conservados por mais tempo”, diz Guilherme Giorelli. Quanto mais variadas as cores das frutas escolhidas, mais nutritivo é o suco.

Consumo: até dois copos por dia. 

- Overnight oats

O café da manhã prático leva cereais, frutas, iogurte ou leite e é preparado de um dia para o outro. O contato com os outros ingredientes ajuda a neutralizar o ácido fítico, presente nos cereais, que atrapalaha a absorção dos nutrientes. 

Consumo: uma porção por dia. 


ISADORA TRILHA

isadora.trilha@gaz.com.br