Conheça os sintomas e previna-se das doenças de outono

A busca por um especialista antes que uma doença se intensifique pode ajudar a evitar ou tratar os sintomas sem trazer prejuízos à saúde do paciente

Foto: Divulgação


Com o fim do verão, a instabilidade das temperaturas associada a fatores como poluição e permanência em ambientes fechados aumenta as chances de pessoas ficarem doentes. Por isso, crises de rinite, sinusite e amigdalite são mais comuns neste período, e o cuidado é fundamental, pois podem se agravar e causar uma complicação maior. Nas crianças, a atenção deve ser redobrada, uma vez que elas têm menor defesa imunológica e, muitas vezes, não conseguem explicar aos pais os sintomas.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a automedicação, que, segundo a otorrinolaringologista da rede de centros médicos dr.consulta Samanta Dall’Agnese, pode agravar os casos e impedir que o paciente investigue mais a fundo o quadro de saúde para receber um tratamento adequado. “Não se atentar aos sintomas é sempre um risco. Uma pessoa que tem crise alérgica com importância, do tipo que interfere nas atividades do dia a dia, trazendo dor de cabeça e congestionamento nasal contínuo, precisa ser avaliada por um especialista”, afirma.

A médica destaca que tratamentos direcionados para rinite podem evitar ou amenizar crises de congestão e desconforto nasal e evitar que o quadro evolua para uma sinusite, por exemplo. No caso das amigdalites, se forem muito frequentes, o profissional e o paciente podem discutir sobre a retirada cirúrgica das amígdalas. Quando bem indicada, a cirurgia é bastante benéfica. A rede dr.consulta oferece cirurgia para retirada de amígdalas e de septoplastia.

SAIBA MAIS

Principais cuidados para prevenir as doenças de outono

  • Lavar o nariz com soro fisiológico pelo menos duas vezes ao dia.
  • Deixar os ambientes ventilados. A aglomeração de pessoas em ambientes pouco arejados contribui para a transmissão de bactérias.
  • Lavar as mãos frequentemente.
  • Higienizar as mãos com álcool em gel.
  • Observar os sintomas e, se necessário, procurar um médico. A quem já tem um quadro de obstrução nasal frequente (nariz entupido), recomenda-se buscar a ajuda de um especialista (otorrinolaringologista) para tratar a rinite.

Principais sintomas – Saiba diferenciar as doenças de outono

  • Sinusite: nariz com secreção amarelada ou esverdeada, dificuldade para sentir cheiros, tosse com secreção e dores na face. Nesse caso, é recomendado procurar um médico.
  • Rinite alérgica: espirro, coriza, nariz entupido e dor de cabeça.
  • Amigdalite pode ser de dois tipos:
  • Bacteriana – quadro de saúde mais grave. Muita dor na garganta, dificuldade para engolir, dor no corpo, febre alta e persistente. É fundamental procurar um médico, já que precisa ser tratada com antibióticos e anti-inflamatórios.
  • Viral – dor de menor intensidade e, às vezes, febre baixa


LUIZA GOULART

luiza@gaz.com.br