É possível curtir as festas juninas sem sabotar a dieta?

Dica é adaptar a forma de preparo dos alimentos e, se possível, optar por uma versão mais saudável

Festas juninas
Foto: Divulgação


O segredo para aproveitar, de maneira equilibrada e consciente, os quitutes típicos das festas juninas é manter a disciplina, segundo a nutricionista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Kátia Terumi M. Rodrigues Ushiama. A nutricionista salienta ainda que comer alimentos com ingredientes hipercalóricos pode ter como resultado o ganho de peso.

Outra dica é adaptar a forma de preparo dos alimentos e, se possível, optar por uma versão mais saudável. O milho, por exemplo, é uma fonte de carboidratos e fibras, porém, se consumido em excesso e/ou misturado com açúcar ou leite condensado, pode ser um grande vilão.

Mandioca e pinhão, ambos assados, também são alternativas nutritivas, pois são ótimas fontes de fibras e vitaminas. Apesar disso, alerta para a quantidade de sal nestes pratos, já que o excesso de sódio pode elevar a pressão arterial e sobrecarregar os rins.

Entre os doces, a nutricionista sugere versões mais saudáveis do arroz doce, por exemplo. Fonte de cálcio e alto teor energético, seu valor calórico pode ser reduzido para 87 calorias (100g) através da troca de ingredientes, como leite integral pelo desnatado e açúcar por adoçante artificial.

Para quem não abre mão das bebidas típicas, a especialista sugere o vinho quente, sempre consumido com moderação. A bebida possui substâncias antioxidantes como os flavonoides - que combatem os radicais livres - e o resveratrol - com efeito cardioprotetor, além de aumentar as taxas de colesterol bom no sangue.