O que acontece com o corpo feminino em seus estágios de vida?

Ginecologista do Grupo São Francisco fala sobre o desenvolvimento da saúde ginecológica das mulheres na puberdade, fase adulta e após os 50 anos

Tríade da Mulher Atleta
Foto: Divulgação


A mulher passa por várias mudanças físicas, hormonais e ginecológicas durante a vida. Da primeira menstruação até a menopausa, muitas doenças podem atingir o organismo feminino caso não tenha um acompanhamento regular de um ginecologista. Segundo o ginecologista do Grupo São Francisco, Dr. Jorge Kunzle, os cuidados devem começar desde a primeira menstruação. “É muito importante que os responsáveis observem e acompanhem a evolução da menina para entender, junto ao pediatra, quando é a hora de tratá-la ginecologicamente”, explica o especialista.

Mas você sabe o que acontece com o corpo feminino? Veja os principais problemas que podem surgir em cada fase do corpo e os cuidados necessários em cada uma delas. Confira!

Adolescente

Entre 12 e 17 anos as mulheres estão na fase da puberdade e começam a aflorar os hormônios. É a fase em que ocorre a menstruação. Após o primeiro ciclo menstrual, é necessário que a adolescente consulte um ginecologista para a primeira consulta de rotina e os exames clínicos necessários.

“É imprescindível esclarecer a importância do preservativo como prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, além da orientação sobre vacinas e possíveis métodos contraceptivos”, frisa o especialista.

Adulta

Dos 18 aos 49 anos, o corpo da mulher já está completamente desenvolvido e a introdução de medicamentos contínuos, dependendo do caso, já é prescrita. O anticoncepcional é indicado de acordo com a necessidade da paciente - a automedicação é contraindicada e a decisão para uso do medicamento deve ser acompanhada por um especialista no assunto.

Os exames mais comuns que devem ser feitos nesta etapa da vida feminina são mamografia, USG transvaginal e exames de doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Idosa

Acima dos 50 anos, a mulher já entra em uma fase corporal madura, quando ocorrem mudanças específicas no corpo. É comum o desenvolvimento da menopausa, onde a mulher pode ter sintomas frequentes como: fogachos, sudorese, palpitações, enxaqueca, depressão, diminuição do libido e dor no ato da relação sexual. Segundo o doutor Jorge, “cabe ao ginecologista analisar caso a caso e identificar o tratamento adequado de forma individualizada”, destaca o ginecologista.

Fonte: Grupo São Francisco


NAIARA SILVEIRA

naiara@gaz.com.br