Pipoca está entre os produtos mais indicados por nutricionistas

Com diversos nutrientes e as vantagens de ser saborosa e pouco calórica, a pipoca surpreende como opção de lanche saudável e ajuda a emagrecer

Pipoca
Foto: Divulgação


Engana-se quem pensa que adotar a alimentação saudável como estilo de vida é sinônimo de cortar itens como a pipoca do dia-a-dia. Pelo contrário. Apesar de muitas vezes ser vista como junk food (comida calórica e pouco nutritiva), a pipoca é um alimento versátil que oferece diversas vantagens para quem se preocupa com a alimentação.

Feita do milho, ela possui naturalmente uma boa quantidade de fibras – que são essenciais para a saúde do organismo e ajudam a prolongar a sensação de saciedade –, além ser rica em nutrientes. Vantagens como essas fazem com que a pipoca seja uma das principais apostas da OneMarket, empresa do setor de alimentação, responsável pelos clubes de assinatura GlutenFreeBox, SugarFreeBox, VeganaBox e LacfreeBox.

"A pipoca é muito recomendada porque é uma opção natural, saborosa e com baixa quantidade de calorias. O importante para que ela seja saudável é o modo como é preparada e quais ingredientes são adicionados", explica a nutricionista da OneMarket, Bruna Bellusci. O alimento ainda oferece a vantagem de poder ser consumido com frequência, desde que sem exageros, e conta com nutrientes como vitaminas do complexo B, magnésio e antioxidantes que combatem os radicais livres, substâncias prejudiciais à saúde. Ou seja: a pipoca é sim uma aliada nas dietas e ajuda a emagrecer.

A aposta no alimento se traduz, também, pela inclusão frequente nas caixas de vendas com os produtos saudáveis. Quando separados por categorias, as pipocas e os chocolates lideram as preferências, seguidos pelos salgadinhos. Em seguida estão as categorias biscoitos doces, biscoitos salgados, muffins e bolinhos.

Para Bruna é importante que produtos saborosos façam parte da rotina alimentar. "Existem várias opções de lanches que não prejudicam a dieta", conta a nutricionista.