A importância da musculação para quem corre

Para um melhor desempenho é preciso trabalhar também os membros superiores

Foto: Divulgação


Se engana quem pensa que musculação é importante somente para quem quer ganhar músculos. De acordo com o educador físico da Smart Fit, Edelmans Gomes, esse treino é essencial para quem corre. "Durante a corrida, o corpo sofre intensos impactos, principalmente sobre as articulações dos membros inferiores, e isso pode causar lesões ao praticante. A forma mais eficiente de preveni-las é fortalecendo a musculatura e as articulações, por meio da musculação", comenta o profissional.

A prática de corrida deve estar associada à musculação. "O treino de musculação vai trabalhar o fortalecimento dos ossos, articulações, músculos e tendões, partes do corpo que são fortemente acionadas na corrida. Em complemento, o praticante vai ganhar massa muscular e perder peso e, consequentemente, terá mais facilidade na execução do movimento que o corpo exige durante a corrida, baixando assim o seu tempo e aumentando a distância percorrida", explica o professor da Smart Fit.

É recomendado um treino de musculação que fortaleça, principalmente, os músculos dos membros inferiores, já que eles são mais exigidos durante a corrida. Mas é importante ressaltar que para um melhor desempenho é preciso trabalhar também os membros superiores e o tronco, que são responsáveis por manter o equilíbrio durante a prática. "A musculação deve ser realizada de 3 a 5 vezes por semana, dependendo do nível de treino em que o praticante está. O ideal é que seja feita fora do horário da corrida, mas caso não seja possível, o indicado é que aconteça após o treino", sugere Edelmans.

Para que o treino de corrida seja ainda mais eficiente, o profissional de educação física recomenda que o praticante corra até 4 vezes por semana, e nos outros dias faça um treino regenerativo, ou seja, atividades mais leves que são essenciais para a recuperação das fibras musculares, como por exemplo, bike ou o aparelho elíptico.