Como ter a pele saudável nos dias frios

Dermatologista dá dicas de como cuidar do maior órgão do corpo humano durante o inverno

Foto: Divulgação


A estação mais fria do ano chegou e, por mais charmosa que seja, os dias com temperaturas mais baixas exigem que nossa pele receba cuidados especiais. O ar seco e frio diminui a a oleosidade natural, fazendo também com que o corpo diminua a quantidade de suor, provocando ressecamento que podem acarretar em coceiras, rachaduras e gerar muito desconforto. Para evitar esses problemas, o dermatologista Leonardo Andrade, da Docway, separou algumas dicas para aproveitar o melhor do inverno. 

Mantenha o organismo hidratado

Durante o inverno as pessoas tendem a consumir menos água, hábito que não deve ser seguido, pois água é fundamental para o funcionamento do organismo. “A água ajuda a manter a pele elástica e macia. O recomendado é ingerir, no mínimo, dois litros ao longo do dia”, explica Leonardo. Além disso, é importante usar cremes e óleos hidratantes mais potentes, pois eles conseguem repor a falta de hidratação da pele. “Uma boa dica é fazer a aplicação dos hidratantes após o banho, de preferência ainda dentro do banheiro, pois essa pratica otimiza as funções do produto”, esclarece. 

Alimente-se de forma saudável

“Alimentos ricos em vitaminas e minerais fornecem ao organismo substratos para a manutenção das reações químicas da própria pele”, explica o médico. Por isso, a pele agradece o consumo de frutas e verduras ricas em vitamina C, como laranja, limão, morango, brócolis e cenoura, alimentos que são aliados ao combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento da pele. “Castanhas, nozes, amêndoas, óleos vegetais, leite e ovos são ótimos também, pois possuem ação anti-inflamatória e antioxidante por causa da grande quantidade de vitamina E”, complementa o dermatologista. 

Proteja-se e evite rachaduras

Mãos, pés, cotovelos, joelhos e lábios são as áreas que mais sofrem com as rachaduras durante o inverno. Esse fenômeno ocorre, principalmente, pela desidratação local e perda da barreira cutânea. “Para evitar essas indesejáveis consequências, sugiro manter uma rotina de hidratação adequada com produtos específicos para cada área. Caso as rachaduras estejam persistindo ou se tornando muito proeminentes é sempre importante procurar o auxílio de um médico”.

Sabonete com glicerina, manteiga de cacau nos lábios e hidratantes corporais sempre são bem-vindos. O médico ainda alerta. “Protetor solar sempre, não é pelo fato de os dias estarem nublados ou o sol não tão forte que estamos livres dos raios nocivos a nossa pele”, completa o especialista. 

LEIA MAIS: Saiba como combater os danos da poluição na pele

O doutor Leonardo Andrade é médico dermatologista da Docway, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, pós-graduado pela Universidade Federal de São Paulo e atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiátrica.

Fonte: Assessoria de comunicação