Chimarrão funciona para quem quer emagrecer; veja benefícios

Além de dezenas de boas consequências à saúde, a bebida pode ajudar no controle da ansiedade

Foto: Lula Helfer/Banco de Imagens


Você conhece os benefícios do chimarrão? Ele tem se popularizado em todo o Brasil, não só no Rio Grande do Sul. E adivinha o motivo: ele pode influenciar positivamente no emagrecimento e trazer benefícios à saúde. Você já parou para se perguntar como é que esse hábito cultural pode influenciar o corpo? Há mais razões para se apreciar a bebida típica, além do fato de manter as tradições. Segundo estudo do Instituto de Cardiologia do RS, o chimarrão pode reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL), o que afeta muitas pessoas que estão fora do peso. Primeiro ponto positivo.

Ao ser consumida antes da prática de alguma atividade física, a bebida pode ampliar a energia para desenvolver os exercícios. “Isso graças ao fato do chimarrão conter cafeína, que funciona como um estimulante. Em outras palavras, a ingestão da bebida antes do treino pode ajudar a ter mais combustível na hora de se exercitar, deixando o treino mais produtivo, o que é útil para quem malha com foco na eliminação de peso”, afirma a nutricionista da Mente Magra, Rucielli Frohlich.

A nutricionista, especialista em processo de emagrecimento, ainda afirma que o chimarrão tem efeito termogênico, ou seja, efeito de fazer o corpo queimar mais calorias. Isso se deve principalmente à presença da cafeína e contribui para acelerar o metabolismo. “Suas propriedades digestivas e laxantes fazem bem ao trato intestinal e ajudam a combater a prisão de ventre (constipação frequente nas mulheres). A bebida ainda é fonte de antioxidantes que atuam contra os radicais livres, substâncias conhecidas por causarem o envelhecimento precoce e doenças como câncer, além de fonte de nutrientes como vitamina B1, vitamina B6, vitamina C, vitamina D, vitamina E, ferro, fósforo potássio e manganês”, destaca Rucielli.

Mas, a descoberta da vez é que ele tem auxiliado no processo terapêutico do emagrecimento. De acordo com a psicoterapeuta da Mente Magra, Sorella Mendes, o ato de preparar a bebida, tomá-la vagarosamente, estimula o circuito cerebral do prazer, também chamado de circuito mesocorticolímbico, é formado por um pequeno grupo de regiões cerebrais nas quais são produzidos os maiores níveis de dopamina. Este circuito se ativa quando recebemos estímulos que nos dão prazer, como comer chocolate, fazer sexo, fazer compras, etc. e diminui a ansiedade de quem está em processo de emagrecimento.

Já se sabe que o emagrecimento acontece na mente, ou seja, está totalmente ligado ao emocional e algumas atividades podem ajudar no processo. Tomar chimarrão é uma delas, e caí muito bem nesta época fria do ano. “Pela experiência que já tivemos com mais de mil mulheres, podemos afirmar que o exercício de tomar o chimarrão traz a sensação de relaxamento e prazer, no qual ela está mais apta a distinguir seus sinais de fome e saciedade”, afirma Sorella. 

A psicoterapeuta ainda realça que o chimarrão se torna um meio de socialização, pertencimento e preenchimento. Além de se tornar um hábito saudável, sua forma de tomar, sugando aos poucos é como se fosse uma terapia. “O chimarrão ampara o momento de ansiedade: ajuda a “dar um respiro”, “fazer algo com as mãos”, desde o preparo ao rito de tomá-lo. É uma muleta que auxilia o ciclo de ansiedade.  A bioenergética nos traz a percepção de que a respiração favorece ou bloqueia o fluxo de nossas emoções. Por exemplo, a ansiedade torna a respiração curta e superficial.  Tomar o chimarrão acaba por aprofundar a respiração e mudar também a emoção, além da sensação do prazer”, afirma a psicoterapeuta.

Os benefícios são inúmeros. A bebida que está chamando a atenção em todo o país, tem efeito anti-inflamatório e possui propriedades antimutagênicas – ou seja, que colabora com a prevenção do envelhecimento celular.  Para quem gosta de aderir aos bons hábitos, vai aí está dica!

Fonte: Projeto Mente Magra | Idealizadora: Sorella Mendes


NAIARA SILVEIRA

naiara@gaz.com.br