Curiosidade: grávidas podem se depilar?

O aumento da circulação sanguínea nessa fase deixa as mulheres mais suscetíveis a dor

Foto: Divulgação


Uma dúvida recorrente entre mulheres é se grávidas podem ou não fazer depilação. Regina Jordão, fundadora e CEO da rede Pello Menos, explica que sim, durante todo o período gestacional o procedimento é liberado. “O único alerta é que as alterações hormonais do período deixam a pele mais sensível, podendo ocorrer uma fragilidade capilar. Porém, algumas medidas podem evitar esses problemas”, explica a empresária.

O aumento da circulação sanguínea nessa fase também deixa as mulheres mais suscetíveis a dor. “Em todos os casos, é importante evitar o uso de roupas apertadas e exposição ao sol logo após o procedimento, assim como priorizar a higiene do corpo, fazer uma boa hidratação e esfoliar a pele”, complementa. Os procedimentos feitos com lâmina têm chance muito maior de causar inflamações e métodos como laser e cremes depilatórios devem ser evitados, por não existir estudos que comprovem a segurança para o bebê. O melhor procedimento, além de mais duradouro, é a cera. Seguindo essas dicas, é possível manter a depilação em dia durante a gravidez sem se preocupar.