Acesso a medicação gratuita facilita tratamento da psoríase

Depois de mais de dez anos de tratativas foi adicionado na lista de medicamentos disponíveis pelo Sistema Único de Saúde grupo de medicamentos imunobiológicos que trata pacientes com psoríase

Foto: Divulgação


As estimativas mostram que aproximadamente 10% dos pacientes ficam, hoje, totalmente à mercê da doença que é grave e traz impactos não só do ponto de vista clínico, mas de qualidade de vida. Para um paciente com câncer, por exemplo, o impacto é enorme, mas como não há, na grande parte deles, lesões visíveis, as demais pessoas não têm medo de sua aparência. Já a psoríase, pelas alterações muito visíveis, é origem de muito preconceito. A médica associada da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS, Jaquelini Barboza, acredita que haverá uma mudança muito impactante na forma como é feito o tratamento de pacientes de casos mais graves.

- Estudos mostram que a psoríase atinge quase 2% da população brasileira e o acesso mais fácil aos medicamentos será um grande alento a todos os pacientes. A estimativa é que o Governo Federal disponibilize em estoque os medicamentos, a partir de fevereiro ou março de 2019 - explica.

Segundo a médica, um dos grandes problemas atuais é a falta de diagnóstico correto e a utilização de pomadas ineficazes, prática que aumenta a inflamação. A psoríase, segundo a dermatologista, é uma doença de pele que acomete todas as faixas etárias por meio de placas vermelhas com escamas, mais prevalentes nos joelhos, cotovelos e couro cabeludo, mas também podem aparecer em outras partes do corpo, inclusive no rosto. A psoríase também está relacionada com a depressão e pode estar associada a outras doenças que afetam órgãos como o coração, as articulações, olhos e até intestinos.

- A psoríase é uma doença crônica, imuno-mediada e que necessita de tratamento a longo prazo. A incorporação dos imunobiológicos foi uma grande vitória. Precisamos manter os movimentos de conscientização para os pacientes e também aos profissionais da saúde de que há diversos tratamentos eficazes para o controle desta dermatose que em muito afeta a qualidade de vida - explica a presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD-RS, Clarissa Prati.

Esclarecimentos sobre a doença foi o tema de um evento inédito realizado na cidade de Santa Cruz do Sul, em prol do Dia Mundial da Psoríase. O encontro, em 29 de outubro, reuniu ao redor de 120 pessoas vindas de mais de sete cidades da região, que doaram 1 kg de ração ao Abrigo São Francisco, localizado na cidade de Santa Cruz do Sul. A iniciativa teve o apoio da Associação Comercial e Industrial de Santa Cruz (ACI) e da Psoríase Brasil, uma entidade sem fins lucrativos de apoio ao paciente.