Confira cinco dicas para retornar às atividades físicas

Especialista elenca maneiras seguras para reincorporar os exercícios físicos à rotina

Foto: Divulgação


Praticar esportes regularmente traz muitos benefícios para a mente e o corpo, além de ser indispensável para quem procura ter uma saúde equilibrada. No entanto, muitas vezes somos obrigados a dar um tempinho nas atividades durante férias, viagens e até mesmo tratamentos de doenças que comprometem a rotina.

Esse é um momento que exige muito esforço para quem se afastou por um tempo das atividades físicas, já que é necessário ter disposição para retomar o ritmo aos poucos, de forma segura. “O retorno deve ser gradual e com atividades muito bem planejadas para cada caso, já que exigir demais do corpo pode gerar lesões.  Em todos os casos é muito  importante o acompanhamento de um médico”, ressalta o ortopedista e fundador da SOU, rede de clínicas médicas paulistana especializada em ortopedia, Dr.º Pedro Baches Jorge.

Pensando nisso, o profissional lista abaixo cinco dicas para retomar às atividades esportivas da melhor forma:

Perceba seu corpo

Sentir as reações do corpo durante e após os treinos é importante para que a volta aconteça mais rapidamente. “Não é natural sentir dores ou incômodos com as atividades. Caso aconteça, é bom repensar a carga empregada nos exercícios ou a frequência, assim é possível evitar futuras lesões”, explica.

Ajuste sua alimentação

Com a volta aos treinos, o corpo precisa de nutrientes para que os resultados sejam os mais efetivos. Portanto, repensar a dieta é fundamental para que os novos exercícios sejam melhor assimilados.

Alongamento

Alongar os músculos antes e depois de cada treino é essencial, já que em períodos sem grandes atividades eles podem ficar retraídos. O ideal é que os alongamentos aconteçam por 15 minutos antes dos exercícios e mais 15 após o término.

Descansar

Assim como uma boa alimentação, o descanso é fundamental para o desenvolvimento muscular, já que os benefícios do treinamento acontecem depois, quando o corpo está em repouso. “É durante o sono que os músculos se desenvolvem. Por isso, recomenda-se que se tenha em média sete horas diárias de sono”, explica.

Seguir recomendações médicas

Respeitar o tempo de recuperação de traumas, cirurgias e outros tratamentos também é fundamental para o retorno completo às práticas esportivas. O profissional aponta ainda que ao seguirem as orientações médicas corretamente, o paciente pode voltar a ter o mesmo desempenho na prática esportiva de antes do trauma.