Consumo de chocolate faz bem para a pele

Em quantidades adequadas, alimento contém uma série de benefícios aliados da beleza

Foto: Divulgação


Com a páscoa se aproximando, surgem diversas opções de chocolates para comemorar a data. Além de promover a sensação de bem-estar, o cacau é considerado funcional devido aos benefícios que traz para a saúde.

De acordo com Thaís Carvalho, fisioterapeuta dermato-funcional, por conter propriedades antioxidantes, a iguaria protege a pele da ação danosa dos radicais livres, estimulando a renovação celular. “O cacau retarda o envelhecimento precoce e estimula os processos de rejuvenescimento. Outros elementos presentes no alimento, como vitaminas, minerais e ácidos graxos, também são importantes para manter a derme saudável”.   

LEIA MAIS: Saiba como não exagerar na alimentação durante a Páscoa

A especialista ainda explica que o chocolate possui um ótimo teor de gordura boa, que tem alto potencial hidratante e calmante. “A massa gordurosa presente no cacau forma uma camada protetora, impedindo a perda da umidade natural da epiderme, proporcionando viço, maciez e luminosidade para a cútis. Além disso, também desempenha ação vasodilatadora na microcirculação sanguínea, aumentando o grau de nutrição das células”.  

ESPINHA X CHOCOLATE

Há quem acredite que o consumo de chocolate causa espinha, mas segundo Thaís, não há nenhum estudo que comprove a relação do alimento com o surgimento de acne. “Vale lembrar que chocolates brancos e ao leite são ricos em gordura e açúcar e apresentam alto índice glicêmico, podendo agravar os quadros de acne. O indicado é o consumo de versões com maior teor de cacau, especialmente acima de 60%, como o amargo e o meio amargo”, finaliza a profissional.

 


MARÍLIA NASCIMENTO

marilia.nascimento@gaz.com.br