Dicas para blindar sua casa contra alergias

Veja como proporcionar uma boa qualidade de vida aos alérgicos em casa

Foto: Divulgação


Até mesmo uma casa aparentemente limpa pode esconder perigos invisíveis à saúde de toda a família, principalmente dos alérgicos. Isso ocorre porque organismos microscópicos, como os diversos tipos de ácaros, podem se esconder nas menores partículas de poeira e continuar se proliferando livremente. 

Quando os ácaros ou os esporos do fungo se espalham pelo ar, podem penetrar as vias aéreas do corpo humano, desencadeando o gatilho alérgico para crises de rinite, e piorar quadros de bronquite, asma e demais doenças respiratórias. O mesmo ocorre na pele de alérgicos, que podem desenvolver dermatites, escabiose e até doenças oftalmológicas como blefarite e conjuntivites.

Mas, apesar desses riscos imperceptíveis, é possível melhorar (e muito) o ambiente da casa com alguns cuidados na rotina e modificando parte da decoração. Veja como proporcionar uma boa qualidade de vida aos alérgicos em casa.

Adeus tapetes e carpetes - O carpete é produzido normalmente com lãs e tecidos fibrosos, o que favorece o acúmulo de poeira, dificulta a limpeza e cria o ambiente perfeito para a multiplicação de ácaros pelos cômodos. Prefira sempre revestimentos lisos e uniformes, fáceis de higienizar como o piso vinílico, que não possui reentrâncias e fibras. O mesmo serve para os tapetes que, apesar de darem uma cara diferente à decoração, não são as opções mais indicadas para lares com alérgicos 

Evite os bichinhos de pelúcia - Não só as crianças adoram esse tipo de bichinho, como muitos adultos também podem ter um enorme valor sentimental por esses personagens feitos de tecido, espuma e pelos coloridos. Assim como os tapetes, eles tendem a acumular poeira e oferecer o ambiente perfeito para mais um esconderijo de ácaros, mesmo quando bem higienizados.

Cuidado com persianas e cortinas - Essas peças decorativas e muito úteis também merecem atenção. As fissuras das persianas devem ser constantemente limpas: se forem de material sintético, com um pano úmido e sabão neutro; se forem de tecido ou fibras, devem ser lavadas e aspiradas para evitar que as partículas de poeira não se espalhem pelo ar. O mesmo vale para as cortinas, que devem ser lavadas e aspiradas para evitar que o vento eleve a poeira pelo ambiente durante a limpeza.

Redobre a atenção ao quarto - Além de manter a rotina de limpeza do quarto, é importante trocar as roupas de cama com frequência e também colocar colchões e travesseiros para arejar e tomar sol semanalmente. Os raios solares ajudam a inibir a proliferação de fungos, e ajudam a dissipar as gorduras naturais da pele que acabam entrando em contato com os tecidos e servem de alimento para os ácaros causadores das doenças de pele. Outro ponto importante é manter o guarda-roupas limpo por dentro. Lave e ensaque as peças de inverno e cobertores que não estão sendo utilizados e coloque sais anti-mofo em seu interior.

Arejar sempre - Sempre que possível, mantenha portas e janelas abertas para a circulação do ar pelos cômodos da casa. Mantenha os ventiladores sempre limpos e sem poeira e verifique os filtros do ar-condicionado com frequência.

Aliados na limpeza - Alguns utensílios na limpeza da casa podem espalhar a poeira pelo ar. Em vez de espanadores, use panos macios para retirar o pó dos móveis. Prefira vassouras de cerdas macias ou um rodo com pano para empurrar a poeira com movimentos suaves. Considere também usar um esfregão de tecido, tipo mop. Passe o aspirador nos colchões, sofás, almofadas e debaixo das camas e outros móveis, mas fique atento na hora de retirar a poeira de seu reservatório.

Evite produtos de limpezas com fragrância intensas, dando preferência aos sabões e detergentes neutros. As partículas de fragrâncias químicas também podem desencadear reações alérgicas respiratórias, por isso evite o uso de desodorizadores de ambiente e amaciantes muito perfumados.

Mantenha as superfícies livres de acumulação - Estantes e prateleiras repletos de livros, revistas, material escolar, peças decorativas e brinquedos que acabam encostados apenas atrapalham a circulação do ar no ambiente e acabam se tornando mais pontos desnecessários de acúmulo de poeira. Para uma casa com alérgicos, menos é mais.