Como ficar em dia com a balança no inverno

Confira algumas dicas de como se alimentar de forma saudável durante os dias frios

Foto: Divulgação


O inverno traz como consequência algo além dos riscos de doenças respiratórias. Com as temperaturas mais baixas, um aspecto que não pode ser deixado de lado é a alimentação.

No frio, a vontade de comer aumenta porque se gasta mais energia para manter a temperatura do corpo. “O problema está quando este consumo de alimentos acontece de uma forma exagerada e desequilibrada. Então, além de comer com moderação, algumas substituições podem ajudar. Evite os alimentos industrializados e prefira sempre os naturais, de preferência preparados em casa. As proteínas e as fibras ajudam muito na saciedade. Aposte nos legumes refogados e assados, para consumi-los quentinhos e garantir a ingestão de nutrientes. É importante o consumo de frutas, tanto em sua forma in natura ou assadas, variando a forma de preparo ou com uma pitada de canela, por exemplo”, explica a nutricionista Gabriela dos Santos Klafke, da Clínica Magrass.

Outra dica é o preparo de sopas, caldos e cremes com legumes, verduras e com alguma fonte de proteína, como carnes magras, feijões e lentilhas. Ela ainda recomenda que podem ser adicionados nas receitas ingredientes funcionais, como as farinhas de chia e de linhaça. “Beba bastante água, consuma pelo menos dois litros ao dia. Sendo a quantidade ideal aquela calculada com base no seu peso, ou seja, 35 mililitros de água para cada quilo de peso. E os chás são uma boa opção para manter o corpo bem quente.”

Hoje existem diferentes alternativas para auxiliar no controle do peso além das dietas alimentares. Segundo a nutricionista, na clínica onde atua, é oferecido um tratamento com o objetivo de melhorar os hábitos de vida do indivíduo para torná-lo mais resistente, com melhoria da imunidade e reequilíbrio da saúde física e mental. A partir de um programa nutricional exclusivo e ferramentas de avaliação e acompanhamento, explica Gabriela, é possível estimular a mudança no estilo de vida com transformação de hábitos, aumentando a disposição, saúde e melhora da resposta imune. “É importante salientar que, na Clínica Magrass, tudo é conforme o desejo e objetivo de cada cliente que nos procura, sendo esse o fator decisivo na hora de indicarmos algum programa. Ao ser personalizado e individual, conseguimos chegar aos objetivos, como uma redução de 5 ou 40 quilos, celulites, tratamentos para flacidez, procedimentos faciais e inclusive tratamentos para rejuvenescimento da região íntima da mulher.”

As técnicas de controle de peso e mudança de hábitos são voltadas para todos os públicos. “Inclusive, temos casais que fazem o plano juntos, o que facilita bastante pois tem alguém na própria casa incentivando e que conhece as orientações de cada fase do programa.”

Os resultados dependem da condição individual, mas, conforme a nutricionista, nas primeiras semanas já é possível identificar uma melhora na disposição para realizar tarefas do dia a dia, sensação de leveza e com menos inchaço corporal. “A primeira semana em geral já mostra a diferença da mudança dos hábitos na redução de peso e medidas. Inclusive, nossos clientes tem acompanhamento da sua evolução com uma de nossas profissionais”, afirma.

Em dia com a balança

A dica da nutricionista Gabriela dos Santos Klafke para manter a dieta em tempos de inverno é dar preferência a frutas, legumes e verduras. A forma de preparo, reforça, é muito importante. “Prefira os grelhados, assados ou cozidos e utilize temperos naturais como cebola, alho, orégano. Evite ficar muito tempo sem se alimentar. Tenha organização e planejamento para manter uma rotina saudável”, frisa. Além disso, vale ficar atento à possibilidade de substituir determinados alimentos por outros mais saudáveis, evitando os ultraprocessados, ou seja, industrializados, ricos em açúcares, sódio, corantes e gorduras.

Sob medida

Para proporcionar bons resultados, uma dieta requer a combinação entre força de vontade, comprometimento e orientação profissional. E mais do que a disposição, contar com a assistência adequada é fundamental.

Segundo a nutricionista, o primeiro passo é passar por uma consultoria para identificar o desejo da pessoa. “É através da consultoria que conhecemos o cliente ‘por dentro’, pois vemos o seu percentual de gordura, sua massa magra, massa gorda, idade corporal, gordura visceral e, baseado nisso, indicando o melhor acompanhamento conforme o seu caso. Sempre aliamos o emagrecimento saudável à estética de resultado em todos os nossos acompanhamentos e esse é um dos fatores que faz com que consigamos ter resultados tão rápido e expressivo aos nossos clientes”, esclarece.

Mas mais do que reduzir o peso, é importante mantê-lo. Para isso, segundo a nutricionista, o trabalho é focado na reeducação alimentar para que as clientes façam a escolha mais adequada, aprendendo versões mais saudáveis das suas comidas prediletas. “Com a adoção de bons hábitos e criando uma rotina alimentar saudável, conseguimos tanto os resultados como a manutenção deles após o tratamento. Inclusive, falamos muito sobre o prazer que uma comida saborosa tem e como ela também aproxima amigos e familiares. Por esse motivo, durante o acompanhamento nossos clientes podem comer várias delícias, entre elas pizzas, bolos, pé de moleque, chocolate, pães entre outros alimentos que são preparados em sua versão saudável, mas sem perder o sabor e deixar de ser delicioso por quem os consome”, destaca.